Medicina e Saúde

Coworking para médicos: o que é e como funciona?

coworking para medicos

Abrir um consultório pode ser uma tarefa difícil, principalmente se você é recém-formado ou não tem experiência em administrar um negócio. Talvez a saída possa ser o coworking para médicos! Já ouviu falar neste termo?

Neste post, a gente te explica tudo sobre essa forma de trabalho e como funciona, incluindo:

  • O que é Coworking?
  • Como funciona o Coworking para médicos?
  • Vantagens
  • O que um Coworking precisa ter?

Leia também:
Passo a passo para abrir seu consultório
Qual o melhor programa para consultório médico?


O que é Coworking?

Em resumo, o coworking é um modelo de trabalho cujo espaço é compartilhado com diversos profissionais. Também é um local onde é possível não só fazer contatos, como também fechar parcerias com outras pessoas e empresas.

Esse modelo é muito usado por autônomos que ainda não estão preparados para manter o próprio espaço e, principalmente, por startups.

Como funciona o Coworking para médicos?

Cada vez mais surgem espaços para que médicos possam trabalhar em coworking. Funciona da seguinte forma: o médico contrata este serviço e, em troca, terá disponível o espaço para realizar as consultas. Além disso, o profissional dispõe de toda a infraestrutura necessária, como o software de gestão para facilitar os atendimentos, limpeza do local e etc. Em alguns casos, ainda é possível contratar pacotes extras, como o serviço da secretária ou então alguns equipamentos específicos.

Dessa forma, o médico não precisa se preocupar com quem irá fazer a limpeza, a reposição de materiais e nem manter o controle das contas a pagar do consultório.

Vantagens do Coworking para médicos

coworking para médicos

Menos despesas

Na maioria dos casos, o valor pago ao coworking é fixo. Dessa forma, o médico irá fazer o pagamento mensalmente e em troca poderá desfrutar de todos os benefícios que o local dispõe.

Assim, evita-se a preocupação em pagar todas as despesas de um consultório separadamente. No coworking, os gastos comuns, como água, energia, limpeza e secretária, por exemplo, são compartilhados. Isso gera uma economia no bolso e, principalmente, no tempo gasto administrando tudo isso.

Outro ponto positivo é que não haverá surpresas no fim do mês, uma vez que o valor pago será sempre o mesmo, sem o risco de que os gastos cheguem às alturas.

Estrutura adequada

Uma das principais vantagens do coworking para médicos está na estrutura pronta que o lugar dispõe para realizar os atendimentos. Dessa forma, o profissional não precisa se preocupar com a compra ou a manutenção dos equipamentos que utiliza na hora da consulta. Eles estarão disponíveis ao receber o paciente e, após a consulta, outro profissional poderá usá-los da mesma forma.

Outro ponto importante está na equipe que fica à disposição do profissional. Dependendo do plano contratado, é possível que uma secretária administre a agenda do médico, sem contar na equipe que cuidará da limpeza e também dos assuntos administrativos relacionados ao local.

Mais flexível

Neste modelo de trabalho, o médico tem mais flexibilidade para definir os seus horários, já que pode escolher quando irá utilizar o espaço. Assim, fica mais fácil alinhar os atendimentos com outros projetos e o tempo de descanso.

Além disso, é possível atender em lugares diferentes, caso o coworking possua mais de uma unidade. Isso amplia as possibilidades de conseguir pacientes que querem praticidade e locais próximos para realizarem as consultas.


Leia também:
Guia prático de Facebook para médicos
Instagram para médicos: um guia completo para seu consultório


O que um Coworking para médicos precisa ter?

coworking para médicos

Isso vai depender da necessidade de cada médico. Se o profissional necessita de um espaço para poucas consultas, por exemplo, o ideal é que o coworking disponha de planos mais simples. O contrário também é necessário: o profissional pode precisar de um espaço fixo para atender o dia todo, exigindo um plano com mais horas de uso.

O uso de equipamentos e o apoio de funcionários que possam ajudar na rotina de trabalho também dependerão da demanda de cada médico. Outra necessidade, comum a todos eles, está no cumprimento dos requisitos mínimos exigidos pelas instituições reguladoras. Por isso, vale a pena se atentar para não manchar a reputação do médico. Ainda assim, existem alguns pontos que devem ser levados em conta na hora de escolher o coworking ideal:

  • Localização;
  • Preço;
  • Infraestrutura;
  • Organização;
  • Plano compatível com as necessidades.

E-book gratuito: Como evitar erros no seu faturamento

Trabalhando em coworking ou no próprio consultório, é necessário fazer o faturamento dos atendimentos realizados. Baixe nosso material e evite problemas ao fechar as contas do mês!

Você pode se interessar por