Medicina e Saúde

Como fazer a solicitação de exames

Como fazer a solicitação de exames

A solicitação de exames em um consultório/clínica acontece, basicamente, de duas formas. Geralmente, passando ou não pela consulta ao convênio, o médico repassará ao paciente um papel assinado por ele e com seu carimbo do CRM no formato A4. Este contém a logomarca do estabelecimento de saúde. Além disso, traz informações como por exemplo: endereço, telefone e e-mail.


Leia mais:
Legislação sobre prescrição médica: Conheça
O que é Física Médica?


Formas de solicitação de exames

Primeiramente, o médico preenche um formulário no prontuário. Em seguida, o documento impresso e com a assinatura do profissional é entregue ao paciente com as orientações.

Então, o paciente levará a prescrição ao local onde fará o procedimento. Este tipo de solicitação de exames não segue nenhum padrão específico.

Padrão TISS

TISS - Divisor de águas

Por outro lado, determinadas operadoras exigem que a solicitação de exames seja feita no Padrão TISS. Os procedimentos seguem as determinações da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Através do software médico que contém esta ferramenta, é necessário, então, preencher a Guia TISS de Solicitação de Procedimento (SP/SADT).

Só para ilustrar: o paciente chega ao consultório/clínica e requisita à secretaria uma solicitação de exames de sangue, que costuma fazer a cada quadrimestre. Depois de comunicado sobre o pedido do paciente, o profissional preencherá o formulário e a secretária, de posse da carteirinha do paciente, obterá a autorização junto ao convênio, a fim de realizar o procedimento.

Solicitação de exames com justificativa

Como fazer a solicitação de exames

A solicitação de exames via convênios médicos pode exigir algumas etapas adicionais. Por exemplo, com o paciente indo à operadora pessoalmente, caso exista atendimento em sua cidade, a fim de obter a autorização prévia.

Além disso, quando há necessidade de o convênio aprovar o pedido, o médico apresenta sua justificativa e, se acaso houver necessidade, inclui no pedido o Código Internacional de Doenças (CID).

Só para exemplificar: um paciente vai ao oftalmologista. Ele é idoso e tem catarata. O médico constata a necessidade de realizar a cirurgia de facectomia. Assim, apresenta a justificativa de “baixa acuidade visual por catarata senil”. E acrescenta o CID H25.9, referente à enfermidade.

Passo a passo para abrir seu consultório

Está começando agora e não sabe quais passos seguir? Baixe nosso material e saiba o que fazer!

Resumo

Fazer uma solicitação de exames não é uma tarefa difícil. Todavia, requer atenção para fazer a prescrição corretamente. E, se acaso houver necessidade embasar a justificativa em caso de exames mais complexos. Além disso, dispor de um software de gestão confiável facilita ainda mais a tarefa do médico.

Você pode se interessar por