Gestão de Clínicas e Consultórios

Imperícia médica: como evitar?

pericia impericia medica

Imperícia médica. Você sabe o que é e o que a caracteriza? Sabe o que a diferencia da imprudência e da negligência médica? Pois os três conceitos devem estar bem claros em sua mente, para que sua permanente atenção evite qualquer acidente que possa causal mal ao paciente. E, também, a você.

Um mínimo descuido pode levar ao erro médico, colocando em risco não só a vida do paciente, mas também o seu nome e a sua carreira. Dessa maneira, o Blog da ProDoctor Software elaborou este post para que você reforce seu conhecimento e evite dissabores na relação médico-paciente e, até mesmo ser processado.

Acompanhe, a seguir, estes temas:

  • O que é imperícia médica?
  • Quando ocorre a imperícia médica?
  • Imprudência médica
  • Negligência médica
  • Erro médico
  • Como evitar a imperícia médica?
  • Relação médico-paciente

Talvez você se interesse:
Por que ter relatórios gerenciais?
Convênios médicos: valem a pena?


O que é imperícia médica?

pericia impericia medica

Antes de mais nada, é importante destacar o significado de imperícia. Este termo designa a execução errada de um ato técnico de determinada profissão ou atividade, quer seja na Medicina, quer seja na Engenharia. A imperícia fica caracterizada quando uma pessoa, que deveria ter conhecimento apropriado, habilidade e domínio sobre determinada técnica, não a tem.

Na Medicina, volta e meia a imprensa notícia erros cometidos por profissionais não habilitados para determinada especialidade. Só para ilustrar: um médico que é especialista em Clínica Médica e que realiza uma cirurgia plástica para reforçar os glúteos de uma paciente, sem que tenha a habilidade exigida para isto.

Como não possui conhecimento teórico, técnico e prático para realizar o procedimento, com toda a certeza coloca em risco a saúde de sua paciente. Assim, sua imperícia médica poderá provocar não só graves sequelas físicas, bem como psicológicas. Como, por exemplo: cicatrizes, inchaços e uma crescente depressão.

Quando ocorre a imperícia médica?

A imperícia fica evidente quando o médico demonstra, em seu ato, deficiência ou total falta de conhecimentos para realizar os procedimentos técnicos requeridos pela profissão. Caracteriza-se, também, pela não observância das normas.

É importante destacar que o médico deve conhecer bem os progressos científicos disponíveis e de domínio público. Assim, estará devidamente capacitado para colocar em prática a técnica correta e indicada para cada tipo de procedimento ou doença. No caso da imperícia médica, o profissional realiza o procedimento desconhecendo aquilo que deveria saber e dominar.

Imprudência médica

Em contraste com a imperícia médica, a imprudência é marcada pela falta de cautela do profissional, que age com conhecimento dos seus atos, mas sem se preocupar com as consequências. Ou seja, sabe perfeitamente o que pode acontecer se realizar determinado procedimento. Porém, ignora a ciência médica e faz, por exemplo, uma cirurgia de risco sem o apoio de uma equipe completa.

Outro exemplo comum de imprudência acontece quando o médico dá alta para um paciente que ainda precisa se restabelecer no hospital. O profissional tem conhecimento de que o paciente não está em condições, todavia, assina a alta, colocando o paciente em risco.

Negligência médica

Por outro lado, a negligência médica caracteriza-se pela tomada de uma decisão sem as devidas precauções. A atenção é fundamental no exercício da Medicina, uma vez que qualquer descuido pode ser fatal para o paciente.

A falta de atenção, a omissão e o descaso para com os deveres éticos evidenciam a negligência, muitas vezes provocando espanto e revolta. Não apenas quando um médico esquece uma tesoura ou uma pinça dentro do corpo do paciente, mas também quando deixa de fazer no hospital o acompanhamento diário do paciente, quando este ainda está no hospital sob os seus cuidados.

Erro médico

pericia medica impericia

É notório que o exercício da Medicina torna-se cada vez mais difícil. não apenas, pelo aumento dos casos de erros médicos, bem como pelas exigências e cobranças de direitos dos pacientes e de seus familiares.

Quer seja por imperícia médica, imprudência ou negligência, os erros são divulgados e cobrados. Dessa forma, torna-se obrigatório que o profissional esteja em alerta, devendo conhecer bem sua responsabilidade civil, a fim de se proteger. Afinal, por mais experiente que seja, não está isento de ser processado, uma vez que o paciente cada vez mais procura informações sobre seus direitos.

Como evitar a imperícia médica?

pericia medica impericia

É preciso ter em mãos e na mente os preceitos do Conselho Federal de Medicina. Acima de tudo, o profissional deve sempre agir de acordo com o Código de Ética Médica, pautado, dentre outros, nos seguintes deveres de conduta:

  • Informar e explicar ao paciente acerca da necessidade de determinados procedimentos. Deve detalhar os riscos e as consequências.
  • Se acaso as condições de trabalho forem precárias, deve denunciá-las.
  • Além disso, o médico tem a obrigação de registrar todas as informações e ocorrências no prontuário.
  • Com o intuito de proporcionar ao paciente o melhor atendimento, os médicos devem trocar informações sobre ele com outros profissionais.
  • O profissional da Medicina tem que se atualizar permanentemente.
  • Conforme atesta no juramento, quando recebe o diploma, o médico tem o dever de se manter vigilante, cuidando do paciente, sem abandoná-lo.
  • Por fim, o médico deve se abster de assumir condutas que coloquem o paciente em risco.

Relação médico-paciente

MEDICOS EMPREENDEDORES NOSSAS DICAS

Nesses meses de pandemia, a relação médico-paciente tem se estreitado cada vez mais. Caracteriza-se pela transparência, confiança e cumplicidade. Dessa maneira, os médicos têm-se reinventado diante do inimigo desconhecido. E se aproximado de seus pacientes e familiares.

Resumo

Exercer a Medicina requer cuidado total para com o paciente, uma vez que um simples erro pode provocar graves danos à sua saúde e até mesmo levá-lo a óbito. Assim, estar sempre atento é a regra básica de conduta em quaisquer procedimentos. Com toda a certeza, isto evitará não só a imperícia médica, bem como a imprudência e a negligência.

Você pode se interessar por