Gestão de Clínicas e Consultórios

Consultório médico ou clínica médica, qual é o melhor?

Será que a melhor escolha é abrir um consultório médico, trabalhar em uma clínica médica, optar por concurso público ou integrar a equipe de um centro médico?

Sabemos que para os profissionais da área da Saúde, principalmente os que optam por seguir a carreira de Medicina, existem desafios muito grandes. Desde o esforço nos estudos para entrar na faculdade, até a escolha de como irá atuar no mercado de trabalho após concluir a Residência, se é em um consultório médico ou outra opção.

Será que a melhor escolha é abrir um consultório médico, trabalhar em uma clínica médica, optar por concurso público ou integrar a equipe de um centro médico? Antes disso, é bom saber a diferença entre eles e isso vamos te explicar logo abaixo.

 

Principais diferenças entre Consultório médico e Clínica médica

Antes de começar a entender as diferenças entre consultórios, clínicas e centro médicos, você precisa saber como eles funcionam. Cada um possui uma função específica e todos eles têm a sua importância.

Principais diferenças entre Consultório médico e clínica médica

 Já falamos anteriormente sobre Como montar o seu consultório médico e também sobre os erros mais comuns ao executar essa ação, se acaso você esteja pensando em montar o seu próprio negócio. 

A diferença entre os três, basicamente, está baseada nos seguintes aspectos:

  1. atividades realizadas;
  2. infraestrutura do estabelecimento;
  3. jurídico.

Um consultório médico, uma clínica médica e um centro médico apresentam uma infraestrutura determinada. Assim como a infraestrutura, eles também exercem diferentes atividades e devem responder à Legislação de forma diferenciada.


Você também pode gostar:
O que é a LGPD e como se adequar
Como colocar o meu consultório no Google


 

Consultório médico

Em um consultório médico, a dedicação dos profissionais é focada no atendimento do paciente. Em alguns casos, existem outros procedimentos médicos que são realizados, mas isso não é uma obrigatoriedade. Como o próprio nome indica, o objetivo está nas consultas.

No consultório, dois ou mais profissionais podem dividir o espaço para oferecer seus serviços de saúde, podendo assim diversificar os tipos de especialidades atendidas.

Por mais que estejam juntos em uma mesma estrutura física, o trabalho dos médicos é independente: cada um possui uma carteira de pacientes e a sua própria secretária.

Normalmente, todas as despesas em comum são divididas entre os profissionais. Embora sejam pagas em conjunto, os honorários não, uma vez que cada um é responsável por sua carteira de pacientes.

 

Clínicas médicas

Quanto à infraestrutura, esta é uma das principais diferenças com relação às clínicas médicas. As clínicas não focam apenas no atendimento, mas também na prestação de serviços. Com isso, requerem instalações especiais, conforme a especialidade adotada.

No caso de uma clínica de Neurologia, por exemplo, é indicado ter aparelhos que permitam diagnósticos por meio de eletroencefalograma, ressonância e ecografia transfontanelar.

Se você é especialista em alguma área, por exemplo a Neurologia citada acima, ou pretende se especializar, talvez seja interessante investir em uma clínica ou centro médico, devido aos valores dos equipamentos serem altos. Assim, você pode se juntar aos outros profissionais da área que irão trabalhar na sua clínica e dividir os custos dos equipamentos.

Clínicas médicas

Também é importante incluir uma pesquisa sobre a legislação vigente para a sua especialidade, uma vez que há diversas normas que devem ser seguidas. Por exemplo:

  • definir o registro na Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE), órgão que padroniza critérios de tributação, de acordo com as atividades exercidas;
  • definir a área de atuação de acordo com as normas da Agência Nacional de Saúde (ANS);
  • solicitar à Prefeitura o alvará de funcionamento;
  • solicitar o certificado de conformidade junto ao Corpo de Bombeiros;
  • regularizar a licença sanitária junto à Vigilância Sanitária;
  • obter o cadastro da clínica no departamento de limpeza urbana, solicitando a coleta adequada dos resíduos.

 

Por mais que as diferenças não sejam muito grandes, depois que compreendemos as finalidades de cada estabelecimento de Saúde, elas ficam mais claras.

Além de clínicas e consultórios, a área da Saúde possui muitos outros pontos de atendimentos que também costumam confundir.

Os centro médicos, por exemplo, abrigam diversas instalações para oferecer serviços de saúde. Eles diferem das Unidades Básicas de Saúde, que, como o nome indica, oferecem apenas os serviços básicos e fundamentais

Você pode se interessar por