Entretenimento Série Sob Pressão - 3ª temporada

Série Sob Pressão: novidades da 3ª temporada e resumo do 1º e 2º episódios

Série Sob Pressão: novidades da 3ª temporada e resumo do 1º e 2º episódio

A  3ª temporada da série Sob Pressão está de volta! Após o sucesso da segunda temporada no ano passado, a terceira estreou no dia 02 de maio cheia de novidades e novos rumos para o casal Evandro (Julio Andrade) e Carolina (Marjorie Estiano).

Agora, os episódios são exibidos na programação aberta da Rede Globo em novo dia, às quintas-feiras, após a novela “O Sétimo Guardião”. Além da TV, os capítulos ficam disponíveis no Globo Play.

Na 2ª temporada, a série abordou a corrupção no Pronto-Socorro Luís Carlos Macedo. Na 3ª temporada, após o fechamento do “Macedão”, onde o casal Evandro e Carolina trabalhavam, os profissionais se veem desafiados a traçar novos caminhos na carreira. Dessa forma, com novas propostas, Evandro se torna diretor e Carolina a chefe da Equipe Cirúrgica do também sucateado Hospital São Tomé Apóstolo, no Rio de Janeiro.

Em meio a tudo isso, lidam com o passado obscuro de Carolina, o desejo de Evandro de ser pai e o ritmo do casal em trazer à tona problemas pessoais que podem desgastar a relação a dois.

Além disso, o hospital tem uma nova contratação. A médica infectologista Vera (Drica Moraes) se integra à equipe, mas, diante da situação precária da emergência, manifesta resistência para trabalhar. Embora se mostre rude nos primeiros episódios, aos poucos a profissional vai se soltando e se humanizando junto aos pacientes e os colegas.

 

 

3ª temporada da série Sob Pressão:  1°episódio

3ª temporada da série Sob Pressão: primeiro episodio

O primeiro episódio da 3ª temporada da série Sob Pressão foi ao ar na quinta-feira, 02 de maio. Com 38 minutos de duração a série Sob Pressão, os minutos iniciais do capítulo mostraram as manifestações e a greve dos caminhoneiros em maio de 2018.

Com novos cargos, Dr. Evandro e Drª. Carolina agora são médicos do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Com o Brasil inteiro parado, Evandro acompanha as notícias sobre a paralisação e fica preocupado com a falta de transporte e equipamentos para o sistema de Saúde. Com isso, o médico recebe a ligação de uma grávida que está prestes a dar à luz e tenta orientá-la.

Com a falta de uma ambulância, o cirurgião recorre ao telefone e ajuda a grávida a realizar o parto. Tudo corre bem e Evandro se tranquiliza ao saber sobre o estado da mãe e do bebê. Para a recepcionista, novata na organização, o médico ressalta: “Bem-vinda ao SAMU; você presenciará muitos situações assim por aqui”.

Novos rumos na carreira

O casal conversa sobre o rumo de suas vidas profissionais. Evandro relembra as necessidades e as carências diante das emergências diárias no Hospital Luís Carlos Macedo. Uma vez que, o Pronto-Socorro foi fechado por problemas de corrupção.

No novo emprego, os médicos tentam juntar dinheiro para realizar ações voluntárias pelo país. Em meio às lembranças dos plantões no “Macedão”, uma nova ocorrência chega para Evandro e Carolina. Por isso, a médica segue para o local do acidente.

Problemas na Saúde

Pelo telefone, Dr. Décio (Bruno Garcia) pede ajuda para Evandro. O oxigênio do Hospital São Tomé Apóstolo (novo local de trabalho de Décio) acabou e, com a greve dos caminhoneiros, a previsão para chegada é indefinida. Afinal, mesmo com a falta de oxigênio também no SAMU, Dr. Evandro auxilia o amigo, pedindo em outro hospital.

Carolina e a equipe do SAMU chegam ao local do acidente. Um garoto está com um espeto de churrasco atravessado no peito. Com obstáculos devido à greve nacional, a ambulância é impossibilitada de chegar até o lugar, mas a médica decide seguir a pé em direção ao menino para salvá-lo.

Impedida de socorrer o jovem

A médica chega até o jovem e o auxilia a se manter calmo e não se mexer para não complicar a situação. De acordo com a mãe, após um tiroteio na comunidade, o menino correu e pulou o muro da vizinha onde caiu em cima da churrasqueira e foi atingido pelo espeto. Sendo assim, Carolina coloca o garoto na maca e o leva para o hospital.

Após sair da cena do incidente, a médica e sua equipe são rendidas pelo “dono do morro”, que pede uma explicação dos médicos na comunidade. A profissional explica o ocorrido, e então, são liberados para seguirem rumo ao hospital. Diante disso, o homem dá uma boa quantia em dinheiro para a mãe do jovem para pagar as despesas.

Ao chegar no pronto-socorro mais próximo, em contrapartida a equipe do SAMU é barrada por um médico que diz não conseguir atender o menino. Devido à superlotação de pacientes, Carolina se desespera com o profissional no momento que nega prestar auxílio ao jovem em estado grave. Nesse sentido, a médica busca novas formas de atendimento para o menino.

A busca do oxigênio para o hospital

3ª temporada da série Sob Pressão: a busca por oxigênio

Evandro consegue uma moto com combustível no SAMU. O cirurgião vai até a aglomeração dos manifestantes para conseguir oxigênio. Segundo o líder do movimento, o motorista que está transportando o oxigênio está passando com combustível para vender, indo contra a causa defendida pelos caminhoneiros.

Evandro tenta amenizar uma confusão no local. Com cautela, conversa com os manifestantes e consegue com que o caminhão passe e transporte o oxigênio para os hospitais.

Parada em uma clínica particular

Carolina e a equipe médica percorrem o Rio de Janeiro em busca de uma vaga. O estado do jovem se agrava. Com o combustível da ambulância no fim, a profissional pede o motorista para parar em frente a uma clínica particular.

Ela recorre à recepcionista e fala sobre o caso do jovem. No entanto, a recepcionista recusa o paciente por não ter convênio, alegando que “não atendemos pacientes do SAMU”. Carolina fica indignada com a situação.

O chefe da Emergência, comovido com a situação, doa combustível para a ambulância para que possam ir a outro hospital. Contudo, desesperada com a situação, a médica liga para o marido e pede ajuda. Evandro a direciona para o Hospital São Tomé.

Proposta aos médicos

Evandro vai atrás do médico cirurgião Charles (Pablo Sanábio) para ajudar na operação com o jovem. O centro cirúrgico do Hospital São Tomé está fechado e, com a equipe certa, Evandro pretende reabrir o espaço para operar o menino.

Carolina chega ao hospital com o jovem, Evandro e Charles chegam logo na sequência. A equipe se prepara para a cirurgia do menino.

Horas depois, a operação acaba e a vida do garoto é salva pelos profissionais. Com isso, ao falar com a mãe do jovem, Evandro e Carolina descobrem que o motivo do acidente contado pela mulher não era verdadeiro. Ela relata que o acidente foi devido à chegada da polícia no morro e o filho, obrigado a trabalhar para o tráfico, foi contar ao “dono do morro” e acabou se acidentando.

Após o longo dia, Evandro e Carolina recebem uma proposta para trabalhar no Hospital São Tomé Apóstolo. De fato, a oferta muda completamente o rumo do casal, que decide retornar à rotina das emergências.

 Em torno do episódio da série sob pressão, a temática foi o trabalho da equipe do SAMU. Em caso de urgência, ligue 192. Saiba mais clicando aqui.

3ª temporada da série Sob Pressão: 2°episódio

3ª temporada da série Sob Pressão:  2°episódio

Com 40 minutos de duração a série Sob Pressão, o segundo episódio começa com o casal em mais um dia de trabalho. Desta forma, com novo cargo, Dr. Evandro assume a gestão do hospital. Ao estacionarem o carro, são surpreendidos com um caminhão que bate no veículo.

A violinista Dora

Dora, instrumentista da Orquestra do Rio de Janeiro, chega ao hospital. A jovem teve tontura e desmaios.

Drª Carolina examina a menina e tenta descobrir os sintomas que estão levando a violinista aos desmaios.

A esposa do motorista chega ao hospital e pergunta pelo companheiro, visto que o esposo levou dois tiros.

Nova contratação

3ª temporada da série Sob Pressão: Nova contratação

A infectologista Vera é a nova contratada do hospital e Dr. Charles apresenta o espaço para a colega de trabalho.

Dr. Décio e Drª. Carolina descobrem o motivo dos desmaios de Dora. A garota tem a síndrome do desfiladeiro torácico.

Os médicos explicam a situação para a jovem e sua mãe e afirmam que, para melhorar, a instrumentista necessita realizar uma cirurgia ou parar de tocar. A mãe da menina, então, aconselha a filha a parar de tocar, a fim de evitar a operação.

Milicianos no hospital

Aristeu (chefe da milícia) e mais um “camarada” chegam ao hospital, perguntando pela situação do motorista. Então, Evandro conversa com o homem e tenta descobrir quem é o culpado por atirar no paciente.

O motorista conta à sua esposa sobre seu envolvimento com a milícia.

Dr. Evandro vai até o motorista e cobra explicações sobre os tiros. Diante disso, a companheira do homem decide abrir o jogo e contar a história envolvendo os milicianos.

O médico pede reforço para a polícia, com o intuito de resguardar o paciente.

Cirurgia de Dora

Carolina conversa com a mãe da violinista e explica a importância da cirurgia para a menina. Após o diálogo, a mulher decide não permitir a operação.

Chegando no ambulatório, a mãe de Dora escuta ela tocando o instrumento e se emociona com a situação. Portanto, Dora afirma a importância do violino em sua vida: “Eu não posso parar de tocar”. Já que a jovem construiu uma identidade no cenário musical. Assim sendo, a mãe abre mão e deixa os médicos realizarem a cirurgia.

Horas depois, a operação da menina é realizada com sucesso.

Reféns da milícia

Evandro e Carolina visitam o motorista e, ao chegar no local, o homem está fugindo com medo dos milicianos. Surprendentemente, os bandidos desligam a luz do pronto-socorro.

Os médicos escondem o paciente no depósito. No quarto, a esposa do motorista é feita de refém por Aristeu, deste modo, espera que o motorista apareça.

Em frente ao depósito, Aristeu grita pelo homem. Carolina e Evandro saem do esconderijo para conversar com o chefe da milícia.

Ao ver a companheira nas mãos de Aristeu, o motorista sai do depósito e tenta resolver a situação. Ao se aproximar, o miliciano atira no homem.

Evandro e Carolina tentam socorrê-lo, mas o motorista não resiste. Logo depois, Aristeu foge do hospital São Tomé.

Alegrias no fim do dia

Carolina e Evandro vão até o sepultamento do motorista. Dessa forma ao chegarem no hospital, Dora já está recuperada e, com a orquestra da qual faz parte, realiza uma apresentação para os pacientes e a equipe médica.

Por fim, a cena é emocionante e contagia os presentes no hospital. “Nem tudo deu errado”, diz a médica.

 A temática do episódio da 3ª temporada da série Sob Pressão foi segurança. “A violência urbana ameaça a vida e lota as emergências dos hospitais públicos. Segurança também é Saúde”. Saiba mais clicando aqui.

  • Episódios da 3ª temporada da série Sob Pressão disponíveis no Globo Play.   
  • Confira tudo o que aconteceu no 3º episódio dessa temporada aqui

Banner e-book Guia oficial do Fim de Semana do Médico

Você pode se interessar por