Entretenimento Série Sob Pressão - 2ª temporada

6º Episódio da 2ª temporada da série Sob Pressão

Série “Sob Pressão” - 6º Episódio da 2ª temporada

No capítulo anterior, Carolina sofre um acidente de ônibus e deixa Evandro preocupado. Na liderança, Renata organiza a equipe médica do hospital Luís Carlos Macedo para receber os feridos do transporte coletivo. Dr. Evandro se automedica, e busca tranquilidade pelas tensões e estresses dos plantões. No 6º Episódio da 2ª temporada da série Sob Pressão, Carolina erra no diagnóstico de uma criança e reacende seu comportamento nocivo. Com ajuda da tecnologia, Dr. Evandro auxilia Dr. Charles a realizar uma cirurgia.

Saiba as surpresas da nova temporada, clicando aqui. Se preferir, veja (ou reveja) o que aconteceu na primeira temporada da série “sob pressão”.

Capítulos anteriores

Veja o que aconteceu no 6º Episódio da 2ª temporada da série Sob Pressão

6º Episódio da 2ª temporada da série Sob Pressão

A rede globo exibiu ontem, terça, 13/11 o 6º Episódio da 2ª temporada da série Sob Pressão. Carolina e Evandro abrem a trama direto do Cemitério. A médica foi ao lugar levar flores ao pai. Ainda muito nova, conta que perdeu a mãe e ficou sob a responsabilidade da figura paterna. Relatando ao marido, a profissional ainda tenta entender o porquê do próprio pai ter abusado dela quando criança. Em apoio a amada, o médico afirma que ela deve esquecer do passado e pensar no presente, onde seguirão lado a lado.

Imprevistos adiam o casamento dos idosos

Em mais um dia de trabalho, o casal Carolina e Evandro chegam para o plantão. O médico é imediatamente acionado por um senhor na recepção. A ajuda é para sua futura esposa que não está bem no corredor do pronto-socorro. Sentindo-se mal, dona Leda, é diagnosticada pelo Doutor com complicações na Vesícula Biliar. Geralmente, isso é causado se algo estiver bloqueando o fluxo de bile. A disfunção é causada pela presença de pequenas pedras, conhecidas como cálculos biliares. Outras causas também podem estar envolvidas.

O médico afirma a senhora que o melhor efeito será operar. Resistentes a cirurgia, ela e o futuro marido pedem para que o profissional adie a cirurgia, pois no dia seguinte irão se casar e não gostaria de adiar os planos. Para Dr. Evandro a cirurgia será a melhor saída e declara que o melhor presente de casamento que pode oferecer ao casal será a estabilidade na saúde da senhora.

Questionamentos e dúvidas no atendimento

Dando entrada ao hospital de emergência, Jonathan é atendido por Drª. Carolina. O menino que estava na escola sofreu um acidente caindo de um dos brinquedos e causando grandes lesões. Acompanhando o pequeno, o pai está desesperado pela situação do filho. A médica com a ajuda de Dr. Rafael iniciam os procedimentos com Jonathan.

Em conversa com os colegas, Dr. Carolina questiona os ferimentos do garoto para um acidente em um brinquedo no parquinho do colégio. Samuel menciona que ligará para a instituição e pedirá explicações para os representantes da educação a respeito do ocorrido.

Melhorias: Dr. Evandro busca reabrir o CTI

Novamente se automedicando, Dr.Evandro encontra Renata na Farmácia do hospital e declara: “está muito difícil trabalhar aqui”. Ao sair da sala, o médico conversa com a esposa e relata que se ausentará do Macedão pela tarde. Em busca de reabrir o CTI (Centro de Tratamento e Terapia Intensiva), o médico seguirá com a executiva do hospital para uma conferência com representantes da saúde no estado. Dr. Carolina apoia o médico e o da força para conquistar o que o lugar tanto precisa.

Ausente, Dr. Evandro escala Dr.Charles para realizar a cirurgia em dona Leda – paciente com Vesícula. Já longe do hospital de emergência, o médico e a gestora chegam ao compromisso.

Agredido pelo pai? Drª.Carolina investiga lesões de seu paciente

Na sala cirúrgica, Dr. Henrique está cuidando de Jonathan que ao realizar os procedimentos se estressa com alguns equipamentos que falham no momento da operação. Após os cuidados, o médico e Drª. Carolina relatam a situação do pequeno ao pai. Tranquilizado, o homem é informado que tudo ficará bem com seu filho.

Horas depois, o menino já acordado é supervisionado pela Doutora quando de surpresa é visitado pelo pai. Após vê-lo, Jonathan se desespera e começa a chorar com a presença paterna no quarto. Ao ver o ocorrido, Carolina retira o homem do local.

Preocupada, a médica se reúne com a equipe do hospital e diz que o menino pode ter apanhado do pai e por isso as lesões mais complicadas. Indignada, a profissional pretende ajudar ao pequeno e tomar as decisões certas. Aconselhada pelo ex-diretor do Hospital Luís Carlos Macedo a não tomar nenhuma escolha incorreta sobre o caso, Samuel diz a ela, organizar as informações certas e necessárias antes de incriminá-lo.

Contratos assinados

No outro lado da cidade, Evandro conhece os equipamentos expostos na conferência médica e indaga alguns comentários relatando que a realidade de seu local de trabalho é bem diferente daquela.

O acordo entre Roberto – representante da SS (secretária de Saúde) e a líder do hospital é proposto com novas emendas. As mudanças geram conflitos entre os dois e deixa Renata pensativa a respeito dos novos planos.

Após longas conversas, o acordo é fechado e Dr. Evandro escolhe os equipamentos para a reabertura do CTI no hospital.

Preocupações e novas acusações

De volta ao Luís Carlos Macedo, dona Leda é operada por Dr. Charles. Surpreendido em meio a cirurgia, o médico descobre problemas no coração da idosa. Preocupado,  afirma que a senhora deverá fazer um novo procedimento, desta vez no coração.

Em conversa com Jonathan, Drª. Carolina pergunta ao garoto o que realmente aconteceu. Relatando a médica, o menino diz estar com medo. O pai entra no quarto bem no momento, questiona ao filho se está tudo bem e é retirado novamente do quarto, impossibilitado de ver Jonathan. Com os nervos à flor da pele, a médica acusa o homem de ter espancado o filho.

Sucesso profissional e na vida do casal de idosos

Em uma situação delicada, Dr. Charles está preocupado em operar dona Leda. Inseguro no centro cirúrgico, o médica liga para Evandro e solicita ajuda. Já retornando ao hospital, o profissional está preso em uma barreira policial. Sem muitas alternativas, o Doutor resolve auxiliar a equipe via videoconferência.

Prestando colaborações, a bateria de Dr. Evandro é zerada e as responsabilidades e decisões ficam nas mãos de Dr. Charles. Após as tensões, o ápice da série é quando o médico finaliza a operação e chega para relatar ao acompanhante da idosa.

Prestes a casar, o Doutor afirma que tudo ocorreu bem e declara ao futuro noivo: “Podem marcar a data do casório”. Sem nunca ter realizado uma cirurgia sozinho, Dr. Charles com grande emoção vai até a entrada do hospital e comemora o sucesso da cirurgia. “Eu consegui”.

Acusações graves e erradas

Samuel chama Drª. Carolina para conversar e após as investigações na escola relata a médica que o pai do menino não o espancou. Jonathan, muito levado e imperativo subiu em uma árvore no colégio, caiu batendo de galho em galho e causando as lesões examinadas. Filmagens comprova a situação.

Com a falsa acusação, a Doutora segue em direção ao pai do menino. Com pedidos de desculpas, ela diz ter entendido errado. Revoltado, o homem a acusa de louca e afirma que irá cassar sua licença, além de processá-la. Desolada com a situação, Carolina não se conforma com o grave erro que causou no trabalho e segue para casa.

Falhas profissionais

Em casa, Carolina decide se mutilar novamente por conta do longo dia de plantão. Determinada, pega a faca e se corta. O marido chega bem na hora e diz que se ela decidir continuar a ação, devem fazer juntos. Sobrecarregado emocionalmente, Evandro também se corta. Aos prantos, a médica implora por ajuda.

No episódio, a série alerta sobre a automutilação. Um pessoa que machuca a si mesma, precisa de ajuda. Não Julgue, acolha. Saiba mais clicando aqui.

Gostou do 6º Episódio da 2ª temporada da série Sob Pressão? Episódios disponíveis no Globo play.

Você pode se interessar por