O modelo colaborativo do ProDoctor Medicamentos - Blog ProDoctor
Tecnologia na Medicina

O modelo colaborativo do ProDoctor Medicamentos

modelo colaborativo

O Modelo colaborativo é um dos grandes atrativos do ProDoctor Medicamentos, criado pela ProDoctor Software em 2017 e que possui nove mil bulas em seu banco de dados. O aplicativo destina-se aos profissionais e estudantes da área de Saúde como um substituto do modelo impresso do Dicionário de Especialidades Farmacêuticas – DEF.

O app tem a consultoria do médico Almir Lourenço da Fonseca, ex-diretor científico do DEF e que possui vários livros publicados na área de medicamentos. Ele participou da elaboração do projeto, disponibilizando um vasto conhecimento sobre o assunto

A seguir, você conhecerá detalhes sobre o modelo colaborativo do aplicativo, que une interatividade e informação.

  • O que é o modelo colaborativo?
  • Como funciona o modelo colaborativo do Medicamentos?
  • Importância do ProDoctor Medicamentos
  • Qualidade reconhecida! E gratuito…
  • Modelo colaborativo: atualização permanente
  • Sugestões e perguntas

Você também pode gostar:
Interações Medicamentosas
Como fazer uma prescrição de medicamentos


O que é o modelo colaborativo?

modelo colaborativo

O Medicamentos possui algumas funcionalidades que permitem uma interação mais próxima entre os usuários e a equipe responsável pelo desenvolvimento, manutenção e as farmacêuticas responsáveis pela atualização permanente do aplicativo.

Algumas delas são: solicitar a inclusão de um novo medicamento, pedir a revisão do conteúdo de algum item cadastrado e enviar dúvidas, sugestões e elogios através de e-mail do SAC.

Como funciona o modelo colaborativo do Medicamentos?

No caso das solicitações para inclusão de novos medicamentos, o usuário faz o pedido pelo próprio aplicativo. Quando o usuário procura um item e não encontra, o sistema cria uma tela onde permite que o usuário faça o pedido para inclusão desse item não encontrado. Outra forma de solicitar é indo diretamente para a tela Solicitar novo medicamento

Por outro lado, os pedidos de revisão podem ser feitos quando o usuário encontra alguma divergência de informações na bula de um medicamento já cadastrado. Essa opção também é realizada através do próprio aplicativo. Na tela inicial de um medicamento é possível clicar no ícone de revisão, quando se abre uma nova tela com um campo que permite ao usuário explicar o motivo que o levou a pedir essa revisão.

As interações via e-mail podem ser feitas através do Medicamentos, acessando a tela de contatos ou no site da ProDoctor através do SAC.

Importância do ProDoctor Medicamentos

A farmacêutica da ProDoctor Software, Rafaela Nassif Rezende, ressalta a importância do aplicativo: “É muito importante, pois permite que médicos, enfermeiros, farmacêuticos e tantos outros profissionais de Saúde tenham acesso de forma fácil, rápida e segura (que é o mais importante) de conteúdos muito utilizados no dia a dia desses profissionais”.

Além disso, o aplicativo oferece outras informações que não se restringem somente às bulas dos medicamentos. Como, por exemplo, a intercambialidade entre medicamentos de referência, similares e genéricos, algo tão necessário na rotina de trabalho de muitos profissionais.

Qualidade reconhecida! E gratuito…

Além disso, Rafaela Nassif destaca o fato do app ser gratuito. Conforme afirmou, “essa é uma forma de garantir que todos os interessados nesse assunto e todos aqueles que precisam dessa informação na sua área de trabalho possam ter acesso de qualidade à informação, principalmente por ser algo tão importante que lida com a saúde das pessoas”.

Modelo colaborativo: atualização permanente

O Medicamentos é atualizado permanentemente. Se acaso algum usuário perceber alguma inconsistência ou tiver qualquer sugestão, pode entrar em contato pelo formulário no próprio aplicativo. “Respondemos todas as solicitações. Depois disso, há um processo estruturado de revisão e, se for o caso, adição dentro da plataforma”, acrescentou.

Sugestões e perguntas

modelo colaborativo

As sugestões referentes a melhorias do aplicativo são analisadas em conjunto, abrangendo a equipe de Farmácia, os desenvolvedores do app e o diretor geral e cofundador da ProDoctor Software, Jomar Nascimento.

Os pedidos de nova inclusão e revisão são analisados pela equipe de Farmácia, que verifica a relevância e a veracidade dos pedidos. Se acaso são pertinentes, realiza o cadastro ou a revisão do item solicitado. As questões recebidas diretamente no aplicativo (Solicitação e Revisão) são respondidas pelas farmacêuticas.

Com relação aos e-mails enviados através do SAC, são respondidos conforme seu conteúdo. Assuntos específicos sobre medicamentos, forma de uso, dúvidas de conteúdo ou ideias de melhorias são respondidos pela equipe de farmácia.

Por outro lado, questões sobre uso do aplicativo, como redefinir senha ou aplicativo com erro no acesso, por exemplo, são respondidas pela equipe de suporte.

Não há um prazo definido para a resolução dos pedidos, uma vez que tudo depende do conteúdo do item solicitado e da quantidade de pedidos. Conforme explicou Rafaela Nassif, “alguns pedidos precisam ser verificados junto aos laboratórios e até mesmo na Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa para checar a veracidade das informações fornecidas pelo usuário. Dessa forma ficamos um pouco presos ao tempo de resposta deles para podermos dar continuidade às nossas análises. Mas, tentamos sempre responder no menor tempo possível”.

Resumo

Cinco anos após o seu lançamento, o ProDoctor Medicamentos, gratuito, é uma referência no mercado. Um trabalho sério, profundo e cujo conteúdo é atualizado de forma permanente. A marca de 800 mil downloads atesta isso. Um modelo colaborativo que revelou sua eficácia, com a união perfeita entre a interatividade e a informação.

Você pode se interessar por