Blog

Terminal Service: Tudo o que você precisa saber

Atualizado em 17/06/2019

terminal service

Você já ouviu falar em Terminal Service? Sabe para o que serve esta tecnologia? Saiba que ela está presente em vários lugares e facilita o compartilhamento de dados remotamente entre vários computadores que estão conectados a um mesmo servidor.


Confira neste post todas as informações acerca desta tecnologia e como ela pode ajudar a facilitar o seu trabalho!


O que é Terminal Service?


Atualmente conhecido como Remote Desktop Services ou simplesmente acesso remoto, esta ferramenta foi criada pela Microsoft a fim de realizar uma conexão entre os computadores que utilizam o sistema operacional da empresa, o Windows, e também para os demais que possuem suporte ao protocolo do Terminal Services. Atualmente, a maioria dos sistemas operacionais são capazes de realizar o acesso remoto.


Dessa forma, ela cria a possibilidade de que vários usuários utilizem um mesmo sistema simultaneamente – vindos de diferentes computadores – porém num mesmo servidor.


O servidor, que é o computador principal, pode ser acessado com ou sem a utilização da internet por dispositivos desktop, smartphones ou tablets, por exemplo, com possíveis restrições.


Para que serve?


Terminal Service: Tudo o que você precisa saber


A ferramenta é bem simples. Utilizando um computador A, por exemplo, o usuário consegue acessar os programas do computador B através do Terminal Service.


Além da chance de acessar remotamente as informações, o usuário pode, ainda, contar com a capacidade do computador B para realizar as tarefas necessárias. Por isso, o computador A fica responsável apenas pelo acesso à rede, cabendo ao B realizar todo o processamento principal.


Em caso de empresas, por exemplo, os usuários podem realizar suas atividades em computadores mais básicos – e consequentemente mais baratos -, enquanto o servidor (como é chamado o dispositivo principal), fica encarregado de realizar o ‘trabalho pesado’ ao processar as ferramentas a serem utilizadas.


Quais são os benefícios?


Terminal Service: Tudo o que você precisa saber


Redução de gastos


Várias são as vantagens ao se utilizar o Terminal Service. A principal delas está na possibilidade de que um computador com configurações básicas possa realizar tarefas e executar programas que exigem um dispositivo com maior eficiência.


Neste cenário, mesmo os computadores mais simples são capazes de executar programas pesados e que exigem configurações altas para seu processamento. 


Assim, ao montar uma rede, o servidor pode ser um dispositivo com alta capacidade, enquanto o demais podem ser mais simples e econômicos, sem ter prejuízo com performance.


Acesso simultâneo


O sistema de acesso remoto permite que vários dispositivos se conectem ao mesmo tempo no servidor de forma independente. Ou seja: vários usuários podem usá-lo ao mesmo tempo sem que um interfira na atividade do outro.


Centralização de informações


Outro ponto importante está na centralização das informações. Primeiramente, num sistema de acesso remoto, todos os dados ficam reunidos no servidor e podem ser acessados de qualquer lugar e a qualquer momento.


O acesso a elas é feito de forma direta. Isso aumenta a segurança das informações e evita vazamentos.


Ainda falando das informações, existe a garantia de que todos os usuários do sistema estão visualizando a mesma versão dos dados e aplicações, evitando erros de compatibilidade ou desencontros de informação.


Como é feito?


Terminal Service: Tudo o que você precisa saber


É preciso ter uma rede de qualidade e bem estruturada. Será necessário uma boa conexão com a internet e um computador com bons requisitos de hardware para ser o Servidor.


O serviço de Terminal Service deve ser habilitado e corretamente configurado (de preferência por um profissional que entenda do assunto). Caso várias máquinas diferentes precisem acessar o Servidor ao mesmo tempo, será necessário a compra das CALs, (Licenças de Acesso para Cliente).


Como utilizar Terminal Service


Diferente do que muitos pensam, o sistema é simples e permite que qualquer usuário consiga utilizá-lo.


O Terminal Service abre-se como uma janela ao seu usuário, mostrando toda a área de trabalho do Servidor. Ela é semelhante à tela principal do computador que mostra todos os programas e atalhos. A partir daí, basta selecionar o que vai utilizar.


Toda a interface é mostrada para o usuário. Por meio de requisições, o Servidor processará tudo o que você estiver fazendo em seu dispositivo, como cada clique e tecla pressionada. Enquanto isso, as ações serão respondidas com os comandos corretos a serem realizados.


Recursos de acesso remoto do próprio sistema


Alguns sistemas operacionais oferecem sua própria ferramenta de acesso remoto, como por exemplo:



  • Windows (nas versões Professional, Enterprise e Ultimate)

  • Mac OS X (através do Apple Remote Desktop)

  • Linux (SSH Console)


Vale lembrar que cada sistema operacional funciona de uma forma. Por isso, é importante conferir as instruções de cada um para o seu funcionamento correto.


VPN


Uma outra possibilidade para acesso remoto é a criação de uma VPN, que nada mais é do que uma rede privada virtual. Assim, será feita uma ponte direta entre o servidor e o computador através de uma conexão com a internet. 


Este processo pode ser feito através de um software ou de um protocolo SSL. Neste último caso, é feito através do navegador de internet em um serviço na nuvem. Por outro lado, no software, é feito um protocolo IPseg, que realiza a ligação direta entre os dispositivos. Este último método tende a ser mais seguro e eficiente.


Caso opte por usar o VPN pelo navegador, existem ferramentas gratuitas. Basta a criação de uma conta na aplicação e instalá-lo em ambos os dispositivos a serem usados. A partir daí, basta realizar a conexão, conceder as permissões de acesso e começar a usar.


Como se aplica à minha clínica ou consultório?


Terminal Service: Tudo o que você precisa saber


Se você utiliza um software de gestão no seu estabelecimento de saúde, é possível compartilhar o mesmo banco de dados do sistema sem qualquer problema, simultaneamente. Assim, todos os dispositivos – e filiais, caso haja mais de uma – podem ter acesso a todos os dados do paciente como o cadastro, prontuário, anamneses e muito mais.


Se quiser saber mais sobre como funcionam os softwares de gestão e de que forma eles ajudam a otimizar o tempo e os gastos da sua clínica ou consultório, clique aqui.