Tecnologia na Medicina

Novas tecnologias da Medicina

novas tecnologias na medicina

As novas tecnologias da Medicina extrapolam os aparelhos de última geração e os aplicativos da área de Saúde que surgem velozmente. As inovações têm um caráter de prevenção e colocam os pacientes cada vez mais próximos dos benefícios proporcionados por inúmeras inovações.

Neste post, a ProDoctor Software traz para você detalhes sobre um mundo maravilhoso que se descortina, por exemplo, através da Telemedicina, as cirurgias guiadas pela robótica e a Inteligência Artificial. O futuro é agora e você, como médico, precisa estar atento a esta revolução em curso.

A seguir, você encontrará os seguintes temas:

  • Benefícios das novas tecnologias da Medicina
  • As novas tecnologias da Medicina e os pacientes
  • Telemedicina
  • Robótica se destaca entre novas tecnologias da Medicina
  • Aplicativos
  • Impressão de órgãos em 3D
  • Exoesqueleto
  • Prontuário Eletrônico do Paciente
  • Big Data – Peça chave entre as novas tecnologias da Medicina
  • Medicamento personalizado
  • Inteligência Artificial em Medicina
  • Nanomedicina

Leia também:
O que é Home Care?
Como melhorar a comunicação médica através da tecnologia


Benefícios das novas tecnologias da Medicina

beneficios da tecnologia na saude

As novas tecnologias da Medicina colocaram em curso uma revolução sem precedentes na área da Saúde. Está além da mera utilização de computadores e smartphones. Não apenas em termos de aplicativos e aparelhos de última geração, como também em termos de prevenção e diagnóstico de doenças, desde o tratamento até a reabilitação.

Entretanto, em um cotidiano de descobertas fantásticas, é importante ressaltar que jamais poderá se prescindir da relação médico-paciente.

São incontáveis os benefícios proporcionados pelas novas tecnologias da Medicina. Só para exemplificar: permite a realização de exames mais completos, o atendimento ao paciente ganha em termos de otimização, qualidade e humanização, passando a ter maior conforto e mais confiança para responder ao tratamento, agora mais assertivos e seguros.

Os diagnósticos ficaram mais ágeis e há um ganho substancial na prevenção das enfermidades. Além disso, as inovações em curso criaram procedimentos minimamente invasivos e é crescente o número de pesquisas objetivando a busca por tratamentos de cura de doenças malignas e crônicas.

As novas tecnologias da Medicina e os pacientes

novas tecnologias na medicina

Uma revolução está em curso, desde o atendimento, prognóstico e tratamento, até a maneira de pensar a saúde. Assim, a cada momento surgem novas soluções para todas as áreas médicas, com os desenvolvedores criando, também, processos para melhorar, acelerar e humanizar as rotinas de atendimento.

Nesse sentido, as plataformas concentram esforços para auxiliar e beneficiar não só a classe médica bem como os pacientes. Como resultado, rompe fronteiras e facilita o atendimento em todos os ponto do mundo.

Os profissionais estão cada vez mais consciente da importância de colocar em ação todo o seu conhecimento científico com o auxílio das novas tecnologias da Medicina. Por outro lado, os pacientes estão mais antenados e exigentes, uma vez que procuram ter todas as informações possíveis, utilizando para isto os recursos disponibilizados via smartphones, principalmente, para se aproximarem do seu médico.

Só para ilustrar: os médicos podem acompanhar de forma dinâmica e em tempo real os seus pacientes. Dessa maneira, sem deslocamentos, atendem com agilidade em suas próprias casas usando tratamentos cada vez mais eficientes e menos invasivos.

Telemedicina

telemedicina e telessaúde

Dentre as novas tecnologias da Medicina, a Telemedicina se destaca como uma das mais importantes. Descrita e conhecida como modalidade para ser utilizada em atendimentos pré-clínicos, alcançou maior dimensão com o surgimento da Covid-19, intensificada nos primeiros meses de 2020.

Seu uso possibilita, de maneira rápida, o acesso dos pacientes aos médicos e provedores do setor de Saúde. Assim, permite um melhor desempenho nos processos clínicos e assistenciais dos serviços. Ela pode, por exemplo, abranger suporte assistencial, consulta, monitoramento e diagnóstico no Sistema Único de Saúde (SUS), da mesma forma que na saúde suplementar e privada.

Além disso, facilita o atendimento médico a distância e permite a comunicação direta entre os profissionais da Medicina e seus pacientes. É importante destacar que a utilização da Tecnologia da Informação garante a integridade, a segurança e o sigilo de todas as informações.

Por fim, viabiliza a redução dos custos operacionais. Desse modo, evita o desperdício de recursos e, em tempo real, coloca frente a frente profissionais de regiões diferentes e distantes, a fim de trocar informações acerca dos diagnósticos e procedimentos cirúrgicos propostos e em execução.

A LGPD e os profissionais da Saúde

Quer entender melhor como a LGPD se aplica aos profissionais da Saúde? Baixe nosso material gratuito!

Robótica se destaca entre novas tecnologias da Medicina

novas tecnologias na medicina

Um dos maiores destaques entre as novas tecnologias da Medicina, a cirurgia robótica impressiona por fazer do presente uma realidade com ares de ficção científica. Superprecisos, os robôs são os braços auxiliares dos médicos em cirurgias complicadas e delicadas.

Com sua ajuda, os médicos podem realizar concisos movimentos de 360 graus nos instrumentos cirúrgicos. Utilizados em todas as especialidades médicas, são capazes de reproduzir dentro do corpo humano as manobras estabelecidas nas cirurgias abertas.

Suas vantagens sobre a cirurgia convencional são imensas. Só para ilustrar: provoca menos sangramento, há uma redução do trauma para o paciente, com cicatrizes menores e recuperação mais rápida, proporcionando, também, maior segurança. Com o paciente se recuperando mais rápido, consequentemente há uma diminuição na taxa de ocupação de leitos dos hospitais, com o paciente correndo, assim, um risco menor de contrair alguma infecção.

Também é importante destacar que a cirurgia robótica diminui a fadiga que os médicos apresentam durante os procedimentos tradicionais, principalmente nos casos mais complicados, que podem durar várias horas.

Aplicativos

Whatsapp para o paciente

Os aplicativos para uso de médicos e pacientes crescem em velocidade geométrica. Com eles, os profissionais podem acompanhar, em tempo real, a evolução de um tratamento. Neles, os apps armazenam não só as informações dos pacientes, como também todo o diagnóstico clínico. Só para exemplificar: permitem ver e analisar desde exames e receituário, até a evolução do quadro clínico.

Sem dúvida, a Medicina Móvel (mHealth) tem estreitado o relacionamento médico-paciente. Como resultado, os smartphones estão se tornando aliados inseparáveis da conduta dos profissionais, principalmente, no tratamento de casos crônicos.

Os aplicativos ajudam não só os médicos, mas também seus pacientes. Muitos softwares, por exemplo, permitem ao profissional manter contato online com o paciente. Desse modo, tem em mãos as informações sobre seu estado como está respondendo ao tratamento prescrito. Se acaso for necessário, poderá rever a medicação.

Confira alguns aplicativos por especialidade.

Impressão de órgãos em 3D

A impressão de órgão humanos em 3D despertou as atenções da comunidade médica em 2010. Desde então tornou-se um dos grandes exemplos entre as novas tecnologias da Medicina. Inúmeras empresas entraram no negócio e o boom que se seguiu tem proporcionado conquistas inquestionáveis.

Dessa maneira, o aprofundamento dos estudos, o aperfeiçoamento das técnicas e o desenvolvimento tecnológico criam um cenário de muito otimismo. Os avanços, cada vez maiores, envolvem impressões para próteses, tecidos, órgãos humanos e medicamentos.

Nesse sentido, muitos casos de alta complexidade são resolvidos com o auxílio de moldes que possibilitam aos médicos realizar estudos e ensaios sobre cirurgias e intervenções.

Além disso, as impressoras 3D reduzem de maneira substancial o alto custo das próteses. Desse modo, permitem que as peças produzidas sejam totalmente customizadas, atendendo às necessidades individuais dos pacientes.

Por fim, há uma redução nos riscos, com o paciente podendo se recuperar mais rapidamente e com segurança. Uma outra utilização das impressoras 3D é a bioimpressão, que permite fabricar tecidos, peles, pequenas partes do corpo e até órgãos humanos.

Exoesqueleto

Uma novidade fantástica dentre as novas tecnologias da Medicina é o exoesqueleto. Confira como foi possível um tetraplégico mover seus braços e pernas.

Prontuário Eletrônico do Paciente

Facilitar o trabalho diário, com rapidez e organização, ganhando tempo e agilidade nas consultas. O Prontuário Eletrônico do Paciente é uma ferramenta fundamental não só para a secretária da clínica/consultório, mas também para o médico.

As vantagens são muitas, uma vez que todos os dados cadastrais e médicos do paciente ficam armazenados em um só lugar. Por exemplo: todo o histórico médico do paciente até tratamentos e procedimentos já realizados e medicamentos já receitados. Assim, são acessados rapidamente, com poucos cliques e sem ocupar espaço. E de uma forma sistematizada, padronizada, legível, íntegra e segura.

Como aproveitar ao máximo o seu software médico

O Prontuário Digital do Paciente é uma das formas mais eficazes e seguras para armazenar as informações dos seus pacientes. Quer saber como utilizar essa e outras ferramentas úteis para a rotina médica? Baixe nosso material gratuito!

Big Data – Peça chave entre as novas tecnologias da Medicina

novas tecnologias na medicina

Com presença marcante na Medicina de Precisão (Medicine Precision) e nos Prontuários Eletrônicos do Paciente, o Big Data tem como objetivo não só armazenar, como também cruzar as informações de um grande número de pacientes, através de um banco de dados de evidências clínicas.

Dessa maneira, permite que os profissionais da área de Saúde acessem todos os dados dos pacientes, a fim de estabelecer uma comparação para saber quais apresentam as melhores respostas a determinados tratamentos em indivíduos com o mesmo perfil. Como resultado, em vez de se basear em grandes médias, os médicos poderão elaborar diagnósticos concisos e prescrever melhores tratamentos.

É com bastante otimismo que se vê sua atuação na Internet das Coisas (Internet of Things). O Big Data traz inúmeras vantagens, como redução de custos, ganho de tempo e de vidas. Além disso, é sempre importante ressaltar que a utilização dos prontuários médicos resguarda sigilosamente o nome de cada paciente.

Medicamento personalizado

interações medicamentosas

O Big Data é a grande aposta para o desenvolvimento da Medicina de Precisão, que poderá levar a comunidade médica a personalizar os tratamentos em nível molecular. Ao fazer uma prescrição, baseado em médias, é possível que o medicamento não seja eficiente para todos.

A droga pode ser ineficaz para, por exemplo, para adultos acima de 60 anos, que tenham um histórico de alcoolismo, ou que tenham tido um AVC. Pode parecer loucura, coisa de visionário. Entretanto, os cientistas têm como objetivo alcançar a condição ideal de prescrever um medicamento destinado apenas para os pacientes para os quais seja realmente eficaz.

Inteligência Artificial em Medicina

Diversas formas de Inteligência Artificial estão sendo aplicadas no setor de Saúde. As principais máquinas trabalham com algoritmos, criados para analisar dados, auxiliar na recomendação de tratamentos e nos diagnósticos de doenças.

A Medicina e a Ciência da Computação trabalham em conjunto, com os profissionais das duas áreas pesquisando novos métodos, a fim de criar plataformas no melhoramento da Inteligência Artificial em Medicina – IAM.

 Conheça cinco aplicações na Medicina.

Nanomedicina

novas tecnologias na medicina

O desenvolvimento da Nanomedicina tem proporcionado avanços até então improváveis. Todavia, a utilização de técnicas e ferramentas específicas, permitiu organizar átomos e moléculas com o objetivo de criar um novo material ou novo processo.

Só para ilustrar: hoje, já é possível otimizar os efeitos de medicamentos, levando-os diretamente para onde são necessários dentro do corpo. Assim, a toxidade das drogas é reduzida, da mesma forma que os efeitos colaterais e as dosagens. A expectativa é de que o mesmo processo, ou algo semelhante, possa ser realizado em tratamentos como o do câncer, a fim de atacar apenas as células defeituosas.

Resumo

Conforme o post permite constatar, as novas tecnologias da Medicina têm ampliado as conquistas em benefícios dos pacientes. E atendem a todas as especialidades, permitindo antever um futuro ainda melhor. Não apenas em termos de qualidade de vida para os pacientes, como também para os profissionais que acreditam e mergulham neste universo de inovação tecnológica.

Você pode se interessar por