Blog

Desvantagens do prontuário médico de papel

Atualizado em 04/04/2019

Desvantagens do prontuário médico de papel

Qual a melhor forma de preencher um prontuário médico, como encontrá-lo mais rapidamente e resguardar seus dados? Escrito à mão ou armazenado em dados digitais? Qual deles simplificaria o trabalho da secretária e do médico? Além disso, qual representaria redução nos custos de uma clínica/consultório? Você já pensou em todas as desvantagens do prontuário médico de papel?


As vantagens de se adotar a tecnologia, utilizando um bom software de gestão, são inúmeras e comprovadas. Confira, então, a relação das principais desvantagens do prontuário médico de papel.


  Leia mais: Dicionário de termos técnicos do consultório médico


Desvantagens do prontuário médico de papel


Desvantagens do prontuário médico de papel


1 – Falta de legibilidade


O primeiro item da nossa lista de desvantagens do prontuário médico de papel é a falta de legibilidade.


No post sobre a letra ilegível do médico, por exemplo, abordamos os problemas provocados pelas letras ilegíveis dos médicos. Seus garranchos são um permanente alvo de críticas por parte de pacientes. Ou seja: pode gerar inúmeras dúvidas nas farmácias quando se tenta decifrar o nome do medicamento prescrito.


Além disso, os próprios médicos acabam provando do próprio veneno quando têm que tentar decifrar o que seus colegas escreveram em prontuários.


De um médico para outro, por vezes fica difícil compreender não só a descrição da evolução do estado clínico de um paciente como também seu diagnóstico e as prescrições diárias. É importante destacar que, tudo isso, reflete a rotina diária do consultório/clínica, podendo deixar evidentes a desorganização e o desleixo.


Rasuras


É preciso levar em conta as rasuras provocadas por correções diante do uso de um termo indevido ou de um pensamento mal explicado. Além disso, o espaço delimitado para escrever é reduzido para se fazer um relatório sucinto e aí, então, o médico precisa espremer as letras para colocar no papel tudo aquilo que deseja exprimir.


2 – Perda de tempo


E, tempo representa dinheiro! A consulta também pode se estender conforme a necessidade do médico em preencher prescrições, atestados, guias de exames e formulários de internação. O que pode ser resolvido de uma maneira simples e rápida, com a utilização de um software de gestão de consultórios e clínicas eficiente, que pode proporcionar o máximo de desempenho em sua clínica/consultório.


3 – Perda de documentos


Este é um problema bastante grave e um dos bons motivos para se aposentar os papéis. Inicialmente, o acúmulo de folhas  pode gerar grande dificuldade em encontrar a informação desejada, pois cada uma precisa ser devidamente analisada. E com cuidado, para não ser rasgada. Quanto maior o prontuário, mais árdua se torna a empreitada.


O manusear constante da papelada e sua movimentação de um setor para outro podem piorar ainda mais a situação, com alguma folha soltando do documento com o tempo, e se perdendo. Outro risco na utilização do papel é sua vulnerabilidade à água e ao fogo, além de ser um sonho de consumo para traças e cupins.


4 – Custos e ocupação do espaço


As fichas dos pacientes passam pelas mãos das secretárias antes e depois de cada consulta. Não apenas isso, também a cada início e a cada final da jornada de trabalho. Sua rotina: arquivar os prontuários dos pacientes que foram atendidos e desarquivar as fichas dos pacientes que serão atendidos no dia seguinte. Ou no próprio, se for o caso.


É um trabalho que demanda tempo e gera custos. O crescimento da demanda sempre acaba por exigir a criação de um espaço apropriado para armazenamento das fichas. E, até mesmo a contratação de um funcionário específico para arquivar e desarquivar os prontuários, facilitando um pouco o trabalho das secretárias.


5 – Erros


Outro fator que pode gerar contratempo é o arquivamento equivocado. Com a troca, por descuido, dos prontuários de pacientes, com dados cadastrais e clínicos, tenham eles nomes parecidos ou não. Além de gastar tempo, pode criar um clima de constrangimento. Por exemplo: criar uma grande confusão ao atrasar as consultas e irritar tanto o médico quanto seus pacientes.


Algo que depõe contra a imagem da clínica/consultório, pois deixa entrever desorganização e desleixo para com os pacientes.


6 – Interrupções


Certamente não existe algo mais inconveniente para o paciente do que ter sua consulta interrompida por uma ligação da secretária, anunciando que “o próximo paciente já chegou”. Do mesmo modo quando a consulta é interrompida pela chegada da secretária para colocar sobre a mesa novas fichas.



Solução adequada


Utilizar um software de gestão é indispensável para que sua clínica/consultório tenha o máximo e melhor desempenho. Dessa maneira, a adoção de um prontuário digital poupa o tempo de seus profissionais, proporcionando uma melhor qualidade no atendimento.


Lembre-se que isto está diretamente ligado à manutenção e ao crescimento do seu empreendimento.