Blog

Dia Nacional do Médico Radiologista


É comemorado hoje, 8, o Dia do Radiologista. A criação da data tem como objetivo homenagear os profissionais de Radiologia/Diagnóstico de imagemque desempenham funções importantes na área da saúde.


A Radiologia é uma especialidade médica que apresentou um gigantesco avanço nas últimas décadas e a cada dia o método se torna mais seguro para os pacientes e para os profissionais. 


O Histórico da radiologia


O início da Radiologia é atribuído ao físico alemão Wilhelm Conrad Roentgen, que descobriu os Raios-X em 8 de novembro de 1895, recebendo um Prêmio Nobel de Física pelo ação. Roentgen realizava pesquisas utilizando tubos de crookes sobre placas fotográficas, submetendo-os às correntes elétricas, no intuito de fazer uso da radiação para fotografar os ossos e a parte interna da mão de Bertha, sua esposa.


A experiência deu certo e deixou Roentgen satisfeito. Todavia, a descoberta ainda confundia o cientista, que a nomeou de “Raio-X”, em referência ao que ainda era “desconhecido” pela ciência. Somente em 1903, com a evolução do método, se teve o maior reconhecimento pela descoberta, quando foi agraciado com o prêmio.


A descoberta revolucionou a Medicina, e desde então dispõe de um instrumento mais preciso para a realização de diagnósticos. Inicialmente, os médicos radiologistas baseavam seus diagnósticos apenas na utilização do Raio-X, o que impulsionou uma enorme evolução dos equipamentos para efetuar tal procedimento.


O desenvolvimento dos métodos radiológicos e da Radiologia como especialidade médica, são considerados fatores importantíssimos no processo de evolução da Medicina contemporânea. A Radiologia ou Diagnóstico por Imagem, desempenha um papel essencial para os tratamentos de diversas patologias, dispondo de muitos outros meios, como por exemplo, a Ultrassonografia, Ressonância Magnética, Tomografia Computadorizada e a Densitometria Óssea.


Radiologia na era Digital


O desenvolvimento da tecnologia digital, se tornou um aliado as salas radiológicas.  Com a visualização de imagens através de equipamentos digitais, a medicina diagnóstica pertence mais espaços, por oferecer precisão e sensibilidade na avaliação das imagens. O trabalho diário do radiologista é simplificado e dinâmico.  Tal evolução dos equipamentos estimulou o extraordinário aumento verificado no mercado de software para análises de imagem e radiologia.


Tendências para o futuro da radiologia


Tendências para o futuro da radiologia


Como em outras áreas da medicina, com a radiologia as evoluções e novidades nas plataformas tecnológicas cresceram. A cada período são criados novos procedimentos e métodos eficientes para facilitar e gerar qualidade ao meio. Os profissionais desse segmento deve-se atentar  e explorar as novidades disponibilizadas nos espaços onlines.  Nunca é demais aprimorar conhecimentos, técnicas e se manter em sintonia com as transformações da medicina e da radiologia. 


Listamos abaixo, de acordo com o Sistema de Educação Continuada a Distância (SECAD), cinco inovações na radiologia. Confira: 


1- Novas tecnologias em tomografia


A tomografia computadorizada é um dos exames mais pedidos pelos médicos. Com o passar dos anos, os tomógrafos passaram a utilizar, cada vez menos a radiação para produzir imagens em alta qualidade. Atualmente, a precisão e eficácia na captura de imagens é ainda maior. 


Com novas tecnologias nas salas de "raio-x" o uso de dados tridimensionais e volumétricos vem sendo altamente sensíveis ao movimento. Torna-se capazes de registar ações tão rápida como batimentos cardíacos. Além disso, graças a essas modernidades os profissionais ganha imagens em alta definição e sem riscos a saúde por apresentarem menores índices de radiação. 


2- Métodos Híbridos


Métodos híbridos, o uso combinado de duas ou mais tecnologias em medicina diagnóstica é uma das principais inovações. A grande parcela dos médicos já estão habituados a tomografia por emissão de pósitrons (PET -CT) relacionados a práticas da medicina nucelar.


A combinação da ressonância magnética com a emissão de pósitrons, já é uma é uma prática do processo híbrido.  O método está à disposição dos profissionais permitindo a realização de diagnósticos extremamente precisos com a máxima rapidez e economia de recursos.


3- Armazenamento na Nuvem


Que prontuários, agendas e  evoluções dos pacientes feitos na nuvem, você já conhece! Na radiologia, a prática de armazenamento de dados na nuvem também pode ser adotada permitindo maior  segurança e praticidade no dia a dia profissional. 


A digitação de laudos e outros documentos do prontuário possibilita maior organização dos dados e informações, economia de recursos e espaços e elimina a necessidade de arquivar documentos impressos. Com acesso as imagens de qualquer lugar, os radiologistas podem acessar os laudos tornando a liberação dos resultados  instantânea. 


4- Integração de sistemas


As mais recentes tendências em radiologia revelam a necessidade do uso integrado de ferramentas, como Softwares de gestão, com a função de simplificar tarefas e agilizar processos.  Os serviços radiológicos poderão estabelecer protocolos padronizados fazendo com que, o médico acesse tudo de uma única plataforma. 


5- Inteligência Artificial (machine learning)


O uso da inteligência artificial é uma das grandes apostas para as áreas médicas e na radiologia. Trata-se de tecnologias de alta complexidade que já estão sendo empregadas em diversos setores da indústria. Na medicina, a inteligência artificial busca reduzir o tempo de leitura dos dados de imagem gerados, aumentando a precisão dos exames e  dos diagnósticos. A inovação digital é a aposta para o presente e o futuro. 


Aplicativos e Softwares para Radiologistas


Aplicativos e Softwares para Radiologistas


1 - CMR Pocket Guide (Guia de Bolso CMR)


Este aplicativo móvel contempla o Guia de Bolso da Associação Europeia de Imagem Cardiovascular para ressonância magnética cardíaca. Ele disponibiliza informações estruturais e funcionais detalhadas do coração, revelando-se mais úteis para aqueles que estão começando na especialidade ou que apenas necessitam de uma verificação de referência. Destina-se aos clínicos que realizam esse tipo de imagem e conta com cinco calculadoras e seções de segurança e planejamento.


É gratuito e está disponível para iOS na Apple Store.


2 - CTisus Critical Diagnostic Measurements in CT


Este app foi concebido pela Dra. Elliot Fishman e seus colegas da Johns Hopkins University (EUA). As Medições de Diagnóstico Crítico em Tomografia Computadorizada (em português) são importantes e úteis para aqueles que objetivam explorar anatomia e anatomia normais – diferentes em tamanho e atenuação -, possivelmente indicando patologia. O software fornece as interpretações de tomografia computadorizadas com medidas normais para várias estruturas anatômicas e disponibiliza os limites da unidade de Hounsfield, juntamente com links de backup de publicação. Traz, ainda, ferramentas de pesquisa e gráficos para ajudar no uso de sua aplicação.


Em inglês. Também gratuito e disponível na Apple Store para iOS.


3 - RadsBest: Fast Decision Support for Radiologists


Na tradução para o português, este app é conhecido como "o melhor amigo do radiologista". Foi desenvolvido pelo radiologista Roy Kwak, que necessitava criar um relatório preciso e baseado em evidências. Ao utilizar a lógica interna, o software pode reduzir o tempo de término do processo de redação de relatórios, eliminando etapas sem influenciar no resultado. Segundo o radiologista, o programa “tem a maioria das diretrizes compatíveis com ACR, incluindo a Fleischner Society e o Rung-Lung, bem como a preparação para muitos tipos de câncer”, o que aumenta potencialmente a qualidade dos relatórios.


O app contém três seções principais, incluindo gerenciamento de suporte à decisão, encenação e cálculos. Em inglês, está disponível para iPhone e é gratuito, mas há compras no aplicativo para algumas ferramentas.


4- Mobile MIM


Aplicativo para visualizar imagens de exames com qualidade suficiente para a realização de um diagnóstico. Pode ser utilizado na Tomografia Computadorizada (TC), Ressonância Magnética (RM) e Tecnologia de Medicina Nuclear, como Tomografia por Emissão de Pósitrons (PET).


O aplicativo comprime as imagens registradas em um hospital ou consultório médico para sua transferência segura à rede e as envia ao celular ou tablet. É possível medir distâncias e valores de densidade, além de outras funcionalidades. O Mobile MIM recebeu aprovação para sua utilização na prática médica pelo FDA (Food and Drug Administration). Está disponível na Apple Store.


5- Simulador RX Cimas


Considerado ideal para estudantes de Radiologia. Outro app gratuito e em Português, na plataforma Android. Trata-se de um simulador que facilita o cálculo de kV, kVp e mAs nos estudos de Raio X. Disponível na Google Play.


6- Turing


Software concebido e atualizado constantemente por médicos radiologistas para auxiliar médicos ultrassonografistas e radiologistas a emitir laudos de exames de forma simples e rápida. Incorpora recursos sabidamente úteis para o exercício da especialidade e uma série de conhecimentos prévios que o tornam “inteligente” e o capacitam a auxiliar o médico em funções repetitivas (como o cálculo de volumes) e na redução de falhas (erros por distração/digitação).


O Turing age como se fosse um “digitador virtual”: o médico assinala itens e fornece medidas em um formulário eletrônico, e o programa faz todo o resto. Assim, consegue economizar tempo, reduzir erros, facilitar a padronização dos laudos e ao mesmo tempo poupar o profissional do desgaste resultante da digitação.


7-OsiriX HD


É considerado um dos melhores softwares visualizadores radiológicos (DICOM), além de ser gratuito e de ter o código aberto. Contudo, a versão para iPad é paga. Foi lançado como um aplicativo universal para o iPhone e iPad.


O OsiriX HD Permite uma visualização de imagens mais adequada que na tela do iPad, podendo exibir imagens de todas as modalidades de imagem, como a ultrassonografia, TC, RM, PET, dentre outras, e pode ser usado como um complemento à versão desktop, proporcionando integração, ou por se conectar a um servidor PACS para recuperar imagens por WiFi ou 3G.


8- Pleres.net


É uma solução completa em Gestão para Medicina Diagnóstica. Em sua versão mobile, é possível executar ações de qualquer lugar. O Pleres.net é totalmente homologado nos padrões TISS e TUSS da ANS, e também nas normas da DMED. Disponibiliza: Assinatura eletrônica, Rastreabilidade, Liberação de Resultados, Preenchimento de endereço pelo CEP e Gerenciamento de Itens de Segurança, dentre outras funcionalidades.


9- Radiologia Mobile


Neste aplicativo, Os parâmetros técnicos utilizados serão bases de referência para o profissional e para o estudante de medicina. A ideia é aderir os exames ao equipamento utilizado.  Gratuito e disponível na Google Play.


A escolha da especialidade


Aos alunos de medicina que em breve deverão escolher qual especialidade seguir preparamos uma dica interessante. Se você, pensa em se aperfeiçoar em Radiologia/Diagnóstico por imagem será válido aderir as dicas do canal no Youtube Medicina resumida. Com o Dr. Caio Nunes  conheça, aprenda e explore a área radiológica. Para saber mais e assistir ao vídeo acesse aqui. 


 




Compartilhe