Blog

Seus pacientes estão conectados. E você?


A utilização de dispositivos móveis expandiu de forma avassaladora no Brasil, com cerca de dois terços de usuários da internet mergulhados nas telas dos smartphones e tablets. Trata-se de um mercado sem fronteiras e que tem encurtado e facilitado a rotina das pessoas.


Antenada, a classe médica tem demonstrado preocupação e interesse em acompanhar o passo a passo da evolução tecnológica e o ano passado ficou marcado por uma intensa inovação nos aplicativos com a integração entre plataformas.


Do outro lado da ponta, os pacientes têm se mostrado cada vez mais conectados, não só buscando informações acerca dos males que os afligem, como procuram por aplicativos destinados ao acompanhamento de seus tratamentos. Conhecem as ferramentas disponíveis no mercado e, muitas vezes, durante uma consulta, são eles quem questionam o profissional sobre a funcionalidade de determinado aplicativo.


Redes sociais são fundamentais



Estar conectado é fundamental em qualquer profissão no mundo de hoje. Já abordamos em nosso Blog a importância de o médico utilizar todo o potencial tecnológico disponível para ajudá-lo a desempenhar bem seu trabalho. E também para que possa elevar cada vez mais o relacionamento com seus pacientes.


A utilização do Instagram, Facebook, Linkedin, Twitter e outras redes sociais deve ser muito bem explorada. Entretanto, o profissional precisa estar atento com relação a excessos, a fim de evitar que um pequeno vacilo traga consequências desagradáveis, com aborrecimentos que possam colocar sua imagem em risco, com ameaça de perda da credibilidade e da honra.


Confira 10 dicas para você utilizar as redes sociais a seu favor.


Acompanhamento moderno no atendimento 



A Tecnologia da Informação tem disponibilizado um arsenal de ferramentas que os médicos podem utilizar, em suas inúmeras especialidades, para acompanhar a evolução do tratamento de seus pacientes. Utilizar bem tudo que a inovação pode proporcionar dá ao médico um diferencial que agrega valor ao seu atendimento, estabelece um relacionamento mais estreito com o paciente e lhe confere maior conceituação profissional.


Com softwares de gestão o médico pode ter acesso a todas as informações de seu paciente de onde estiver. Garantindo um atendimento ágil, eficaz e moderno. 


A importância dos aplicativos



O uso dos aplicativos deixou de ser uma mera tendência para se transformar em forte aliado dos médicos, que podem desenhar uma estratégia para contemplar cada paciente com um atendimento mais humanizado. Com tal aproximação, poderá implementar um dinamismo no tratamento, com o paciente sentindo o real interesse do profissional em ajudá-lo, colaborando efetivamente ao seguir todas as suas prescrições. Assim, conseguirá reduzir os índices de rejeição e de desistência do tratamento, alcançando então o almejado sucesso.


Para tanto, o médico deverá estar atento aos aspectos físicos e emocionais de cada paciente. A interação via smartphone (ou tablet) permite o monitoramento diário e online à distância, ganhando tempo e ainda possibilitando trocar informações através de um canal direto, como o chat, com segurança e rapidez. E tirar dúvidas, até a próxima consulta no consultório/clínica.


Geração de Pacientes mais jovens



Depois de ouvir 1.700 adultos que possuem plano de saúde nos Estados Unidos, a Salesforce, empresa de software on demand, concluiu que a geração de pacientes mais jovens está muito mais interessada em utilizar aplicativos de saúde para melhorar sua experiência como pessoas que necessitam de atendimento médico.


Segundo os dados revelados pela pesquisa, em média, os americanos vão a um consultório/clínica três vezes por ano, com dois ou três médicos cuidando de algum aspecto de sua saúde. Quando o enfoque muda para a faixa mais jovem, entre 18 e 34 anos de idade, desenha-se um novo modelo, com o engajamento desses pacientes no novo modelo digital, com predomínio dos infográficos e de toda a gama de atrativos oferecida para que o médico acompanhe de perto a evolução do tratamento.




Compartilhe