Blog

Jaleco: veja como usar e lavar corretamente

Jaleco: veja como usar e lavar corretamente


Ao lado do estetoscópio, o jaleco é um ícone que está definitivamente associado ao profissional da Medicina, estabelecendo diretamente sua identidade e diferencial em relação às demais profissões.


Tudo isso reforça a importância de que é preciso um cuidado muito especial com ele. Mais que personificar um símbolo de respeito e de status quo, é um uniforme utilizado em um setor de extrema sensibilidade que exige, sobretudo, limpeza e adequação no uso. Mais importante ainda: sua utilização correta contribui para reduzir os índices de infecções hospitalares.


Como usar corretamente seu Jaleco


Como usar corretamente seu Jaleco


1 – Tamanho e caimento


Preocupar-se com os detalhes não é sinal de frescura ou vaidade. Pode até parecer óbvio, mas seu instrumento de trabalho também é uma proteção e é preciso que esteja abotoado completamente, protegendo sua roupa e o corpo de eventuais respingos de reagentes. Nada de displicência!


Ele deve ser confortável, conforme a sua altura e compleição física, sem exceder ou faltar no tamanho.


Deve ter a manga comprida e, mesmo que esteja sentindo calor, a recomendação é de que você não deve subir sua manga, pois a proteção do braço é mais importante que o conforto.


O punho deve ser justo, pois protegerá sua pele da possibilidade de entrar em contato com substâncias contaminantes. Além da higienização indispensável, o jaleco tem a finalidade de protegê-lo de ambientes insalubres.


2 – Uso restrito ao ambiente de trabalho


Filmes, novelas e séries médicas sempre mostram o médico trajando um jaleco fora do seu local de trabalho, muitas vezes, fazendo um lanche ou fumando do lado de fora do hospital, enquanto conversa com outros colegas em uma barraca próxima. Isto está errado e já foi motivo de muita discussão!


Exibicionismo? Falta de cuidado? Desrespeito com os pacientes? Evite constrangimentos, como o de pessoas olhando para você em um restaurante, polêmicas desnecessárias que poderão desgastá-lo, deixando-o nervoso e estragando seu dia. Jamais deixe o seu posto trabalho com o jaleco.


3 – Como tirá-lo e transportá-lo?


Dobrando-o pelo avesso. E lembre-se sempre de tirá-lo no local apropriado, onde deverá ser guardado. Com o cuidado de nunca misturá-lo com os jalecos que estão limpos e que ainda não foram utilizados.


Tenha um recipiente próprio para transportá-lo quando for levá-lo para lavar em casa, resguardando-se de qualquer possibilidade de contaminação. Depois de limpos, nunca os transportar em cabides sem proteção, pois assim eles recebem toda poeira do caminho até chegar no ambiente de trabalho.


Como lavar corretamente seu Jaleco


Como lavar corretamente seu Jaleco


O importante é que o seu jaleco esteja sempre bem lavado e em condições de uso. Procure estabelecer uma rotina para que as peças possam ser lavadas e substituídas durante a semana.


1 – Lavar separadamente


O jaleco é uma peça única e deverá ser lavado em separado, nunca o coloque junto com outras roupas e objetos pessoais.


2 – Materiais de limpeza


A recomendação é que deve ser colocado em uma solução de água sanitária e água, pelo menos uma hora antes de lavar. Com o tempo, o jaleco vai ganhar um tom amarelado, mas esta é a forma correta de eliminar os contaminantes biológicos.


Em seguida, você pode usar normalmente um sabão e, caso prefira, um alvejante branqueador, que utilize, por exemplo, o peróxido de hidrogênio como princípio ativo, em vez de cloro.


Para finalizar a operação, também pode colocá-lo em uma solução de água e álcool, sendo depois devidamente passado e guardado em um local reservado.


3 – Cuidado especial


Para os casos dos profissionais que trabalham em setores críticos, como Centros Cirúrgicos, Centros Obstétricos, Unidades de Terapia Intensiva (UTI) ou onde existem riscos de disseminação de bactérias é preciso ter uma atenção maior. Nestes ambientes, é necessário prevenir e diminuir as ameaças representadas pelas infecções cruzadas, evitando que as bactérias do ambiente externo contaminem o ambiente interno e vice-versa.


Jaleco é Equipamento de Proteção Individual


Jaleco é Equipamento de Proteção Individual


A Organização Mundial de Saúde (OMS) classifica o jaleco ou avental como Equipamento de Proteção Individual (EPI) e recomenda seu uso para proteger o profissional contra incidentes e para reduzir a chance de transmissão de bactérias.


É preciso estar atento para você não se colocar em risco e nem as pessoas com as quais manter contato. Você precisa ter um cuidado muito especial com seu material de trabalho e o jaleco não foge à regra, por isso relacionamos a seguir alguns tópicos para ajudá-lo a estar sempre impecável no atendimento aos pacientes.


1 – Identificação


As pessoas são muito observadoras e o médico é o centro das atenções quando recebe o paciente em sua clínica ou consultório. Para começar, o seu nome deve estar bordado no bolso esquerdo do jaleco e, preferencialmente, abaixo do símbolo da Medicina. Isto transmite ordem, organização e seriedade, além de facilitar sua identificação quando alguém o procurar.


2 – Quantas peças devo ter?


Jamais se esqueça de colocar o seu uniforme. O jaleco é parte indispensável no trabalho, indissociável de sua profissão. Tenha sempre várias peças de reposição em seus locais de trabalho, caso trabalhe em outras instituições de saúde além do seu consultório particular.




Compartilhe