Blog

Marketing olfativo: aromatização de clínicas e consultórios médicos

Marketing olfativo: aromatização de clínicas e consultórios


A guerra para se estabelecer no mercado é um desafio permanente para os profissionais responsáveis pela imagem de uma empresa.


Diariamente surgem ações inovadoras e uma das mais representativas é o marketing olfativo, conceito que começa a ganhar maior vulto no Brasil e que vem sendo difundido através da aromatização de inúmeras empresas, chegando às clínicas, consultórios e hospitais. A fidelização dos pacientes vai muito além do atendimento no consultório.


O que é Marketing olfativo?


O que é Marketing olfativo?


Você deve estar estranhando e achando esquisito o termo… Afinal de contas, o que é o tal marketing olfativo?


Até então, a tentativa de atrair e conquistar potenciais clientes vem sendo feita através de estímulos visuais, auditivos, táteis e gustativos. O marketing olfativo é uma estratégia que tem como objetivo trabalhar com os sentidos, a fim de que sejam envolvidos e fidelizados pelo conforto, bem-estar e prazer proporcionados pela ambientação de um estabelecimento.


Um dos sentidos mais marcantes do ser humano, o olfato passou a ser explorado para envolver o cliente de várias formas. O aroma de um perfume, por exemplo, tem o poder de remeter uma pessoa a uma cena marcante do seu passado.


Marketing olfativo chega às clínicas e consultórios médicos


Marketing olfativo chega às clínicas e consultórios médicos


A aromatização de ambientes não é utilizada apenas com o objetivo de neutralizar odores ruins e deixar um cheiro agradável, mas também para melhorar o bem-estar, o relaxamento e o humor de todos os envolvidos nos serviços e também dos pacientes e acompanhantes.


Além de trabalhar positivamente com a percepção olfativa do paciente, estimula a concentração e aumenta a produtividade do funcionário, criando um ambiente de bem-estar e de acolhimento.


Assim, a intenção principal da aromatização de clínicas e consultórios médicos é fazer com que o paciente possa associar o ambiente encontrado com sensações agradáveis e esta experiência é uma forma de criar uma diferenciação, como uma identidade olfativa, que promete conquistar e fidelizar o paciente através de um vínculo emocional.


Esta capacidade de influência sensorial agrega valores e proporciona um diferencial ao serviço, em um ambiente de sofisticação que valoriza tanto o estabelecimento quanto os profissionais.


Como fazer a aromatização do meu consultório/clínica?


CheiroComo fazer a aromatização do meu consultório/clínica?


É preciso cuidado na hora de escolher o aroma ideal para sua clínica. Uma escolha errada pode tornar o ambiente desagradável, causando mal-estar e desconforto nos pacientes e funcionários.


O mercado oferece várias opções interessantes, como difusores à vela ou elétrico, varetas, esferas ou anéis de cerâmica, sachês, entre outros.


Alfazema, camomila, erva doce, flor de laranjeira, lavanda e tangerina são algumas essências com efeitos relaxantes e calmantes, que podem ser úteis em salas de espera e consultórios médicos. Faça uma pesquisa para saber os aromas mais indicados para o seu negócio, sinta-os, e, se possível, converse com especialistas no assunto ou procure alguma empresa especializada.


Cheiro bom: empresa desenvolve aromas que mais se identificam com a marca


Grandes marcas têm aderido à inovação, que se transforma em tendência e chega ao ramo da saúde, tendo à frente o trabalho desenvolvido pela Cheiro Bom.


A empresa é pioneira na introdução do conceito no País, há cerca de 20 anos, apostando em sua eficiência e em seu poder de influência sobre a decisão do cliente. Este diferencial tem proporcionado sua rápida aceitação e disseminação, com o número de adeptos crescendo em escala geométrica e com a procura de grandes empresas. Segundo a diretora de marketing Yasmin Esperanza, este “é um conceito de marketing que todo mundo quer investir, porque é uma identidade para a marca e um atrativo para os clientes”.


A Cheiro Bom possui quatro sistemas de aromatização e Yasmin afirma que a empresa está pronta para fazer a identidade, a logomarca olfativa de uma clínica, consultório, hospital ou de qualquer tipo de ambiente com o seu cheiro característico.


O desafio é desenvolver um aroma que mais se identifique com a marca, utilizando para isso informações do público-alvo, como sexo, idade e estilo, e a sensação que o cliente espera passar. Então é feito um projeto de recomendação, com a sugestão de algumas essências que atendam ao objetivo traçado. Segundo ela, “o importante não é só a criação da fragrância, mas também como difundir a fragrância no ambiente”.




Compartilhe