Blog

Dia Mundial da Saúde Ocular

Dia Mundial da Saúde Ocular


Os oftalmologistas têm a data de hoje reservada para alertar e conscientizar todas as pessoas acerca dos cuidados necessários com os olhos na vida cotidiana. O Dia da Saúde Ocular foi concebido com o intuito de chamar a atenção da população para as ações preventivas, que podem evitar as principais doenças da visão. Enfermidades como a hipertensão e o diabetes podem provocar o aparecimento de sintomas oculares e requerem acompanhamento constante.


Infância


Um dos aspectos mais relevantes que os especialistas advertem é sobre a necessidade de ser realizado o atendimento oftalmológico na infância, que possibilitará um diagnóstico precoce de problemas na visão. Estes cuidados são fundamentais, pois é notório que a existência de qualquer mal pode interferir na vida da criança, influenciando negativamente em seu desempenho escolar.


Conforme os especialistas, o desenvolvimento da visão tem na infância seu período mais importante, uma vez que é nela que muitas doenças podem ser detectadas e devem ser tratadas. O desenvolvimento da visão começa no nascimento e se completa aos 7 anos de vida e a recomendação dos oftalmologistas é de que já aos 3 anos a criança realize seu primeiro exame. Isto, obviamente, se não apresentar nenhum sintoma antes.


Durante esse período, os problemas mais comuns são as ametropias (miopia, astigmatismo ou hipermetropia). Além da vigilância permanente dos pais para detectar se a criança precisa ou não de óculos, também na escola os educadores podem identificar facilmente se a criança está com alguma dificuldade visual.


Dicas de proteção


1 - Embora coçar a região dos olhos possa dar uma sensação de alívio em alguns momentos, isto deve ser evitado sempre, pois pode piorar o quadro em caso de alergias ou irritações. A recomendação para diminuir a coceira decorrente de clima seco ou provocada por outros fatores externos é a hidratação com o uso de colírios lubrificantes, que ajuda a manter os olhos sempre úmidos. Para as pessoas que têm conjuntivite alérgica, existem opções de colírios antialérgicos com efeitos colaterais reduzidos.


2 - A utilização de protetor ocular quando houver risco de algo atingir os olhos é essencial para evitar acidentes. Em casos de risco, como por exemplo, o manuseio de solda, é fundamental estar atento e seguir as normas de segurança. O mesmo cuidado precisa ser mantido no ambiente doméstico. Prevenir é sempre melhor do que remediar.


3 - Se cair qualquer líquido no globo ocular, a recomendação é para lavar bem os olhos com água limpa e correnteC caso seja alguma substância química, em seguida, procure o atendimento especializado o mais rápido que puder.


4 - Uso de óculos/lente de contato somente mediante a prescrição feita pelo oftalmologista.


5 - As mulheres devem estar atentas com a aplicação de maquiagens devido à possibilidade de alguma alergia aos produtos que for utilizar. A opção deve recair sempre pelas marcas de qualidade ou hipoalergênicas de sua confiança. E é importante lembrar-se de retirar corretamente a maquiagem antes de dormir. Se isto não acontecer, os canais de drenagem presentes nos olhos podem entupir, gerando infecções ou terçol.


6 - Em ambientes com claridade excessiva, usar óculos escuros. E tenha bastante cuidado com o sol, reduzindo a exposição dos olhos. Os especialistas advertem que não basta usar lentes escuras que não possuam fator de proteção contra raios ultravioletas (UV), cuja exposição em excesso pode atuar como agravante no desenvolvimento de doenças como catarata, além da redução da visão decorrente da morte de células da retina. Ao contrário da catarata, que tem quadro reversível, os danos na retina não têm solução.


7 - Sempre deixar produtos de limpeza, como água sanitária, álcool, soda cáustica e detergente, inflamáveis, medicamentos e objetos cortantes e pontiagudos, como por exemplo, faca, tesoura, garfo, chave de fenda, lápis, caneta, arame, vareta, agulhas, alfinetes e pregos, dentre outros, longe do alcance de crianças.


8 - Os colírios somente devem ser utilizados mediante recomendação médica. Cada caso é específico, devendo receber o tratamento adequado. Evite o uso excessivo de colírios. Os corticoides em excesso ou se automedicar pode agravar ou iniciar casos de glaucoma e catarata.


9 - Periodicamente, consulte o oftalmologista. Não se deve esperar acontecer algo. Os especialistas alertam que é necessário manter visitas regulares ao médico, o que ajuda na prevenção de problemas oculares e evita agravamentos decorrentes de doenças assintomáticas.


Aplicativos para médicos oftalmologistas e seus pacientes


Já trouxemos, em posts anteriores, vários aplicativos que podem ajudar médicos oftalmologistas e seus pacientes. Confira nos links abaixo:





Compartilhe