Blog

Aplicativos para controle das vacinações


Celebrado anualmente nesta data, o Dia da Imunização tem como principal objetivo alertar e despertar a consciência da população para a importância de manter todas as principais vacinações em dia. A prevenção é a melhor forma de reduzir a probabilidade de contrair diversas doenças, como a caxumba, o sarampo, o tétano e a gripe, dentre tantas outras. Além disso, reforça o sentido da utilização da vacina como método de apoio à saúde coletiva.


Foi pensando nisso que o Ministério da Saúde (MS) criou o Programa Nacional de Imunizações (PNI), cuja missão é coordenar todas as ações de imunização que anteriormente eram realizadas de forma descontinuada e menos abrangente.


Bem sucedida, a empreitada tornou-se referência mundial e, segundo o MS, em mais de 36 mil salas de vacinação em todo o País, o PNI distribui, por ano, cerca de 300 milhões de imunobiológicos, com 27 tipos de vacinas, 13 soros e 4 imunoglobulinas. O órgão enfatiza que todas as vacinas disponibilizadas no Brasil são consideradas seguras e eficazes.


Calendário



Estabelecer um calendário nacional de vacinações contra as principais doenças que atingem crianças, jovens, adultos, idosos e gestantes sempre foi o ideal almejado pelos órgãos governamentais de saúde. Também é importante manter um esquema vacinal em dia, utilizando todas as doses e reforços indicados. Além disso, as novas vacinas que surgem são uma forma de manter a proteção de todas as pessoas, independente da idade, do gênero e da profissão.


O PNI alcançou grandes vitórias ao incluir novas vacinas no calendário e realizar a distribuição universal das mesmas e é importante destacar que a produção nacional evidencia o sucesso do Programa. Dentre as principais conquistas estão alinhadas as vacinas contra pneumonias, meningites, diarreias e o enfrentamento de uma pandemia de gripe. Entretanto, a luta pelo desenvolvimento de novas e melhores vacinas é diária, objetivando proporcionar mais segurança e mais proteção para a população.


Confira cartilha com vacinas indicadas para todas as fases da vida clicando aqui.


Erradicação e redução



As vacinas, que possuem moléculas mortas ou atenuadas, entram no corpo humano e agem de forma a provocar o sistema imunológico para que reaja e produza os anticorpos necessários à defesa contra os agentes, tornando o corpo imune a eles e às doenças que eles causam. A imunização está relacionada entre os quatro maiores eventos que contribuíram decisivamente para o aumento da expectativa de vida da humanidade, além do saneamento básico, da descoberta do antibiótico e de outros avanços da Medicina.


A vacinação foi fundamental para erradicar a Varíola de todo o planeta e a Poliomielite das Américas, Europa e Oceania. Mais: enfermidades altamente contagiosas como o Sarampo, a Rubéola e a Difteria tiveram suas notificações reduzidas de forma drástica, deixando a perspectiva de sua erradicação. Todavia, ainda há muito por fazer, tendo em vista o registro de mortes ou sequelas causadas por doenças preveníveis por vacinas.


Aplicativos para controle das vacinações



1- Minhas Vacinas


Ferramenta gratuita lançada pela Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) que permite ao usuário criar cadernetas de vacinação digitais para toda a família, trazendo informações como calendário de vacinação e imunizantes para cada perfil. Concebido conforme os calendários da entidade para a imunização de crianças, adolescentes, adultos e idosos, baseia-se na idade e no sexo informados no cadastro para apresentar as vacinas recomendadas, o número de doses necessárias e o intervalo indicado entre elas, além de referenciar onde estão disponíveis na rede pública e/ou particular de Saúde.


Com apoio da Pfizer, o app para smartphones e tablets com sistemas operacionais iOS e Android possibilita também realizar o cálculo da próxima dose, a partir da inserção da data da primeira vacina no sistema. Quando a data se aproximar, o aplicativo emitirá alertas sobre a necessidade de comparecimento à unidade de saúde. O usuário pode ainda lançar cada imunização já efetuada, formulando uma programação personalizada para seguir o calendário adequadamente.


A plataforma também pode ser acessada por meio do portal onde traz comentários sobre cada uma das vacinas indicadas. Para as mulheres, por exemplo, há esclarecimentos sobre as possibilidades de imunização durante a gestação. Outro atrativo é a lista disponibilizada com mais de 50 profissões que apresentam necessidades específicas em relação à imunização, como profissionais que viajam frequentemente, que lidam com alimentos e bebidas ou trabalham com crianças.


2- Vacinação em dia


Também disponível gratuitamente Android, o Ministério da Saúde disponibilizou para os usuários de smartphones e tablets este aplicativo com o objetivo de estar presente no dia a dia da população, oferecendo todas as informações necessárias para garantir a imunização do cidadão e de sua família.


O aplicativo permite ao usuário criar e acompanhar cadernetas de vacinação, marcando a data da imunização e agendando a próxima. Ele calcula, a partir da inserção da primeira vacina no calendário, quando o usuário deve comparecer ao posto de vacinação para uma nova imunização, enviando um lembrete por mensagem.


Também traz informações completas sobre as vacinas disponibilizadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e a função de lembretes sobre as campanhas sazonais de vacinação promovidas pelo MS. Logo em sua tela inicial, o usuário deve escolher o perfil que deseja consultar as vacinas, bastando clicar em um dos tipos de vacina, observando se ela é opcional ou obrigatória.


Cada tipo contém uma descrição, assim como onde pode ser encontrada, seus tipos, doenças que ela previne e doses necessárias. Os calendários de vacinação cadastrados no app podem ser enviados via e-mail para impressão.




Compartilhe