Blog

Atualização profissional: desafio permanente



Em um mercado globalizado, cada vez mais competitivo e seletivo, estar atualizado é requisito básico para se alcançar o sucesso em qualquer carreira. Na Medicina, além de acompanhar a evolução das formas de tratamento, medicamentos, casos terapêuticos e a contínua revolução tecnológica, o profissional tem na continuidade dos estudos uma oportunidade de estar atento à realidade e de se diferenciar dos demais, seja qual for sua especialidade.



O resultado disso impacta diretamente na prática clínica, uma vez que o crescimento profissional implica na capacidade do médico em atender seus pacientes de uma forma muito mais eficaz.



Veja algumas dicas que temos para você






  1. Eventos: Um dos caminhos é acompanhar os cursos, seminários e congressos que as sociedades médicas oferecem para seus associados. Nesses encontros, os profissionais têm a chance de intercambiar conhecimento e acessar as formais mais efetivas e atuais em termos de tratamento das principais doenças em suas respectivas sociedades. Além da atualização científica, proporcionam a cada um a oportunidade de se reciclar, sanar dúvidas e alcançar um aprimoramento técnico.



  2. Sociedades Médicas: elas têm sido o melhor caminho para se obter uma melhor qualificação. Em parcerias com empresas ou não, promovem no decorrer do ano inúmeros cursos de especialização, na área científica e na de gestão da carreira, como o gerenciamento de clínicas, sempre visando à ascensão do profissional. Conhecimentos antes impensáveis, agora são alvo dos médicos, englobando áreas da Administração, Marketing e Mercado, dentre outras.



  3. Treinamentos: É perceptível a crescente atuação do médico associada a uma equipe, sendo necessário que ele, como líder, alimente a busca de informações e procure dar a todos o sentido de equipe. O treinamento desta é fundamental para o desenvolvimento de todos.



  4. Reciclagem de informação: O alerta que se faz com relação à espantosa carga de informações disponíveis, com velocidade igualmente espantosa, é acerca da necessidade de se selecionar o que realmente tem respaldo científico e é fundamental no campo de atuação do médico. Seja para se preparar nos estudos ou no desempenho cotidiano de suas tarefas. Ao final, o objetivo é apenas um: oferecer o melhor de sua capacidade profissional para o paciente que necessita de assistência e confia em você.



  5. Pós-graduação: É considerada uma das melhores alternativas para que o profissional possa se especializar e atualizar, seja através do mestrado, doutorado ou lato sensu. Mestrado e doutorado podem ser encontrados gratuitamente em universidades federais e estaduais e diversas instituições oferecem bolsa de estudo. Já o lato sensu, em sua maioria, é pago, porém existem alguns gratuitos, ofertados pela Universidade Aberta do Brasil, que é do Governo Federal, em parceria com instituições públicas.



  6. Fiocruz É uma das instituições que, subsidiada pelo Ministério da Saúde, oferecem especialização gratuitamente, a distância ou presencial. O médico e também os estudantes próximos da formatura devem ficar atentos ao site, a fim de verificar a lista completa. A Fiocruz também tem cursos gratuitos presenciais na área de saúde. Outra instituição de renome, a Universidade de São Paulo (USP) conta com um curso de especialização gratuito semipresencial na área.



  7. Cursos: Frequentemente, a Universidade Nacional do Sistema Único de Saúde (UNASUS) abre diversos cursos gratuitos a distância com certificado. Ela é do Ministério da Saúde e disponibiliza tanto cursos específicos para profissionais da área, quanto os abertos a toda a população. Portanto, é sempre bom estar atento e de olho no site. Às vezes, há curso de especialização com inscrições abertas. São gratuitos, mas específicos para profissionais que estão atuando.



  8. Outros: Acompanhar novidades das pesquisas feitas em sua área, procurar os livros e as brochuras disponibilizados por sua respectiva Sociedade, ficar atento às suas jornadas e simpósios, consultar publicações específicas em revistas, jornais e portais. Buscar a pós-graduação, frequentar feiras, fazer cursos de curta duração. São múltiplos os caminhos.





  9. Compartilhe