Blog

Como estabelecer o preço da consulta?

preço_consultas


Dizer para o paciente o preço de uma consulta particular muitas vezes pode criar um clima de constrangimento, mas é necessário fazê-lo com a máxima naturalidade e firmeza. É preciso ter em mente que para cada trabalho existe uma remuneração e o que se deve buscar é uma relação honesta e justa, firmada em princípios éticos e transparentes.


O médico é um trabalhador como qualquer outro, assim como o paciente é um cliente que pagará por um serviço prestado. A seguir, elaboramos para você alguns tópicos que merecem ser observados com atenção, a fim de que repasse com tranquilidade o valor que considera ideal e justo.


Algumas dicas:



  1. Comece por analisar o público que atende, relacionando com o local do estabelecimento e as pessoas que trabalham para proporcionar aos pacientes o melhor atendimento. Esteja certo de que tudo está perfeitamente adequado, pois isto é fundamental para determinar o valor da consulta.

  2. Prepare uma simplificada, mas criteriosa, pesquisa para identificar os colegas médicos que estejam atendendo a mesma faixa de pacientes. Atente para que estejam na mesma região de seu local de trabalho, não se esquecendo da existência de profissionais de outras especialidades. Monte uma planilha contendo todas as informações recolhidas e, desta forma, terá uma boa visão acerca do mercado.

  3. Estabeleça quanto custa a hora do seu atendimento, incluindo os custos fixos e variáveis, para que possa ser estabelecida uma margem de lucro nesse serviço.

  4. Não deixe pairar dúvidas e faça com que o paciente se sinta confortável, à vontade para se manifestar. Não se apresse em explicar e detalhar o que for necessário para cada “paciente-cliente”. Tudo da forma mais tranquila e natural possível, desfazendo a criação de um possível clima de constrangimento. Finalize explicando que o cliente poderá escolher a forma como pretende efetuar o pagamento pela consulta, e pergunte se ele precisa de um recibo para que seja reembolsado junto ao plano de saúde.

  5. Quando acontecer de um “paciente-cliente” solicitar um desconto, procure manter o valor, explicando e justificando claramente a remuneração apresentada, além de aumentar o prazo ou as parcelas para o pagamento. Caso perceba que os pedidos são recorrentes, é hora de dar uma boa revisada nas variáveis do processo que levaram você a montar a tabela com os preços.


Sabemos que não é fácil, mas é necessário. Com informações corretas e técnicas eficientes de abordagem você não perderá bons pacientes em suas consultas.




Compartilhe


A ferramenta que faltava na sua clínica e consultório!

Aumente a produtividade e simplifique suas tarefas diárias com nossos softwares para gestão de consultórios e clinicas médicas. Conheça agora o ProDoctor!

Saiba mais!

Buscar



Categorias