Blog

Acupuntura se firma como tratamento complementar

Acupuntura se firma como tratamento complementar


Técnica milenar da Medicina tradicional chinesa, a Acupuntura consiste na aplicação de agulhas em pontos determinados do corpo com a propriedade de modular a atividade do sistema nervoso, responsável pelo controle de quase todas as funções orgânicas, como dor, sono e digestão, a fim de obter efeito terapêutico.


No Ocidente, a acupuntura, que já foi taxada como charlatanismo e curandeirismo, permaneceu vários anos à margem da corrente principal da Medicina científica, mas hoje é reconhecida por Conselhos Federais de Saúde do Brasil como uma especialidade, sendo exercida por biomédicos, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, psicólogos, veterinários, educadores físicos, enfermeiros e fisioterapeutas. A milenar prática Oriental chegou ao Brasil em 1812, com os imigrantes chineses, e em 1908, com os japoneses.


A Organização Mundial de Saúde (OMS) reconhece vários níveis de formação: técnico, de nível superior e especialização para profissionais de saúde. É desta forma que funciona na maior parte dos países do mundo. Para a OMS, a Acupuntura é um método de tratamento chamado complementar que contribui para a estimulação neurológica, com efeitos sobre neurotransmissores, neuromodulares e reação do sistema imunitário. Seu resgate e sua posterior valorização foram importantes para vencer o preconceito e finalmente obter reconhecimento.


Acupuntura: Eficácia comprovada


Acupuntura: Eficácia comprovada


Somente a partir de 1970 foram iniciados os estudos científicos para comprovar sua eficácia e, em 1979, a OMS editou uma lista com 41 doenças que apresentaram excelentes resultados com o tratamento pela Acupuntura. Depois de 25 anos de pesquisas em renomadas instituições do mundo, a OMS publicou os resultados no documento Acupuncture: Review and analysis of reports on controlled clinical trials. Foi analisada a eficácia da Acupuntura – assim como das técnicas de moxabustão, ventosa, sangria, eletro-acupuntura, laser-acupuntura, magneto-acupuntura, massagem shiatsu/tuina e acupressura (pressão digital nos pontos) – comparando-se com o tratamento convencional para 147 doenças, sintomas e condições de saúde.


Veja os resultados obtidos, constando as afecções físicas, os distúrbios orgânicos, as desordens mentais e psicossomáticas, as condições específicas dos homens, mulheres e crianças, e os problemas oriundos do tratamento de câncer, cirurgias e dependência química.


Confira  a entrevista com o clínico Dirceu Sales, presidente do Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura. Em mais de 30 minutos de conversa, ele falou sobre o uso da terapia milenar asiática para as mais variadas situações, como artrose, câncer, gastrite e fibromialgia.


Saiba todos os benefícios da Acupuntura no tratamento de Câncer.


Acupuntura x dores e inflamações


Acupuntura x dores e inflamações


A Acupuntura tem proporcionado respostas excelentes para questões envolvendo dor e inflamação. Com uma eficácia de 100%, por exemplo, no casos de Gota, o que explica a recomendação da OMS para tratamentos de acupuntura como forma de combate da dor. A Acupuntura pode ajudar nas seguintes patologias:



  • Distensão Muscular – Aumenta da circulação e diminui a dor, inflamação e inchaço. Significa que novos nutrientes vitais estão mais facilmente disponíveis para os tecidos. Alivio da dor e desaparecimento dos sintomas em 82% dos casos

  • Alivio da Dor – Aumenta da circulação e diminui a dor, inflamação. Electroestimulação tem efeito analgésico – Desaparecimento dos sintomas em 82% dos casos

  • Dor Cervical – Aumenta a circulação, aliviar a dor, a tensão muscular, aumentar a mobilidade. Electroestimulação tem efeito analgésico – Eficácia em 67% dos casos

  • Pescoço Rígido – Aumenta a circulação, melhora a musculatura, alivia tensão muscular, aumentar a mobilidade -Cura obtida em 80% dos casos após 1 sessão

  • Artrose na Coluna Cervical – Aumenta a circulação, melhora a musculatura, alivia tensão muscular, aumentar a mobilidade - Melhoria é significante

  • Dor na Coluna – Melhoria imediata da dor, aumenta significativamente a flexão-extensão das costas. Electroestimulação tem efeito analgésico.

  • Dor Lombar – Aumenta a circulação, melhora a musculatura, alivia tensão muscular, aumentar a mobilidade. Electroestimulação tem efeito analgésico. – Eficácia em 72% dos casos (superior à medicação convencional)

  • Ciática – Aumenta da circulação e diminui a dor, inflamação. Electroestimulação tem efeito analgésico – Eficácia em 72% dos casos, acupuntura local com agulha profunda: eficácia em 96% dos casos

  • Inflamação no Tórax e Costelas – Aumenta da circulação e diminui a dor, inflamação. Electroestimulação tem efeito analgésico. – Cura obtida em 65% dos casos

  • Dor no Joelho – Aumenta da circulação e diminui a dor, inflamação. Electroestimulação tem efeito analgésico. – Alivio completo da dor em 65% dos casos;

  • "Cotovelo de Tenista" – Aumenta da circulação e diminui a dor, inflamação. Electroestimulação tem efeito analgésico - Eficácia em 62% dos casos, alívio da dor em 80% após a 1 sessão·

  • Periartrite no Ombro – Aumenta a circulação, melhora a musculatura, alivia tensão muscular, aumentar a mobilidade – Cura obtida em 66% dos casos

  • Fibromialgia – Aumenta da circulação e diminui a dor, inflamação e inchaço. Aumenta da circulação de sangue e linfa Melhora é significativamente – Reduz a fadiga e aumenta a qualidade do sono

  • Fascite na Planta do Pé – Aumenta da circulação e diminui a dor e inflamação. Melhora a fibrose e degeneração das fibras fasciais que se originam no osso – Melhoria é significativa

  • Osteoartrite – Aumenta a circulação, melhora a articulação, alivia tensão, aumentar a mobilidade. - Eficácia em 61% dos casos (superior à medicação convencional)

  • Artrite Reumatoide – Aumenta da circulação e diminui a dor, inflamação, aumenta a mobilidade – Alívio da dor e melhoria dos sintomas gerais em 65% dos casos

  • Artrite/ Gota – Reduz a inflamação, diminui e a dor e o edema. – Melhoria em 100% dos casos

  • Redução do Ácido Úrico – Reduz o ácido úrico no sangue e na urina – Similar à medicação convencional




Compartilhe