Blog

Depoimento - Centro Médico de Estudo Gastrointestinal - CEMEGI

Depoimento - Centro Médico de Estudo Gastrointerstinal - CEMEGI


Mesmo antes de abrir sua própria clínica, a Dra. Ana Paula Telles já se relacionava com o ProDoctor. O conhecimento remete a 15 anos atrás, quando ainda prestava serviço em outra clínica, anterior ao Centro Médico de Estudo Gastrointestinal - Cemegi. A confiança por conhecer e ter trabalhado com o programa foi fundamental na decisão de continuar com o software no gerenciamento do trabalho diário no Cemegi.


A gerente administrativa da instituição, Elizabete Moreira, afirma que o grau de satisfação com o desempenho do programa é muito bom. Hoje, o Centro Médico Gastrointestinal conta com cinco usuários cadastrados, mas todos os médicos e funcionários utilizam o sistema: 12 pessoas.


- O ProDoctor é um sistema simples para se trabalhar e que dá confiança nas informações nele inseridas. Para o faturamento, ele atende todas as necessidades, desde o atendimento na recepção ao envio para os convênios e ainda gerando relatórios para análise. A relação do software ao gerir o faturamento é muito boa, já que atende todas as exigências conforme os padrões da TISS (Troca de Informações em Saúde Suplementar) – declarou.


A implantação do programa proporcionou mudanças substanciais, permitindo visualizar um cenário de crescimento ao se analisar o antes e o depois. Elizabete Moreira explica que “o simples fato de ter uma ferramenta de armazenamento de informações para realização das tarefas diárias já é por si só um fator positivo para a melhoria dos processos”. Entretanto, ressalta, “com a implantação correta do sistema ProDoctor, obtivemos um ganho significativo com os processos de trabalho, principalmente no que se refere ao faturamento e ao financeiro. Antes da implantação do mesmo havia, sem dúvida, menos certeza sobre as atividades e informações de faturamento e financeiro. Hoje temos mais confiança sobre os fatos e maior segurança nas informações.


Além disso, a gerente administrativa considera como importantes as mudanças verificadas no trabalho diário do Cemegi. Para ela, as tarefas do dia a dia melhoraram e foram facilitadas, acontecendo de maneira organizada, “desde a marcação de consulta até o envio de cobranças para os convênios, passando pelo atendimento ao paciente, pelo atendimento médico, pelo faturamento, recebimento das faturas e atuando ainda sobre os recursos de glosa quando necessários”.


- Sem dúvida, obtivemos ganho do tempo, principalmente no faturamento das contas médicas, dentro de uma proporção de 60%. Hoje, o fechamento do faturamento se dá pela conferência das guias já inseridas no ProDoctor a partir do atendimento ao paciente, e não mais pela digitalização dos itens dentro de sistemas de faturamento dos próprios convênios, que muitas vezes não atendem a necessidade imediata do processo de trabalho de cada prestador – enfatizou.


Elizabete Moreira acentua ainda que o sistema próprio de faturamento do ProDoctor transmite maior confiança sobre os lançamentos e cobranças e também sobre o envio do faturamento, que é feito em arquivo fechado, mas de fácil conferência tanto do prestador quanto do tomador de serviço, garantindo a segurança dos dados. E acrescenta: “Não só a nível de faturamento, mas também a nível moral e ético, reservando as informações de cada paciente com acesso exclusivo a quem é de direito”.


A implantação do ProDoctor no Centro Médico de Estudo Gastrointestinal ocorreu de maneira gradativa e com os ajustes necessários, diante da necessidade frequente de adequação às normas da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e também às necessidades de cada usuário do sistema. Porém, observa a gerente administrativa, cada vez mais o atendimento a estas solicitações é aprimorado, “atendendo melhor a expectativa, por haver uma equipe de suporte bem treinada e orientada”.


Em relação à receptividade dos funcionários/usuários, observa que “pode-se dizer que tudo que é novo costuma, por hábito aparente, causar certa estranheza e trazer algumas barreiras”. Todavia, conclui, “a simplicidade deste sistema nos possibilitou e possibilita, quando preciso, treinamentos rápidos e diretos a cada setor/usuário, que logo se adapta. Podemos dizer que duas horas de treinamento e um dia de trabalho são suficientes para sua utilização”.




Compartilhe