Blog

Ergonomia: a ciência do conforto e da qualidade de vida

postura_blog


Trabalhar faz bem para a mente e para o corpo, mas se não for da forma correta pode trazer diversos malefícios à saúde. É aí que entra a tal da ergonomia. Ergonomia é uma palavra de origem grega, onde ergo = trabalho e nomos = regras. Ela tem por objetivo tornar as atividades diárias mais confortáveis reduzindo o esforço (físico e mental) empregado e evitar doenças e outros males.


A ergonomia pode (e deve) ser aplicada a todas as áreas de nossa vida, como em nossa casa, transportes, lazer e trabalho. Se tratando de nossa casa e aquisições como carros, objetos, mobílias, viagens, é quase que automático e involuntário procurarmos pela opção mais confortável (ou o mais próximo disso) que cabe no nosso bolso.  Já no trabalho, este desafio torna-se maior, pois como as prioridades geralmente são outras (prazos, produtividade, inovação e custos nos tomam a cabeça), a ergonomia vai sendo esquecida. E dia após dia continuamos sentados naquela cadeira desconfortável, com a postura totalmente errada, em frente àquela mesa alta enquanto encaramos uma tela luminosa de um computador por horas a fio, sem intervalo. E aí que uma hora nosso corpo irá reclamar. Irá reclamar em forma de dores de cabeça, dores na coluna, dores nas articulações, lesões por esforços repetitivos, stress e tantos outros males.    


É certo que, o mínimo de cuidado e aplicação de algumas leis da ergonomia já poderão e muito melhorar a saúde, qualidade de vida e produtividade de funcionários de uma empresa e evitar muitos problemas e prejuízos futuros.


A ergonomia busca aliar a sua tríade Conforto - Segurança - Eficiência às condições de trabalho e adaptar e modificar equipamentos e objetos ao ser humano, e não o contrário.


Uma empresa que não se preocupa com a ergonomia pode sofrer com absenteísmo (ausência de funcionários de suas jornadas de trabalho), gastos com indenizações por danos físicos e funcionários afastados, entre outros prejuízos.


A prevenção destes males e a aplicação da ergonomia em uma organização pode se dar através de adequações no local de trabalho, desde o espaço físico em si (iluminação, dimensões, ruídos, temperatura), até os equipamentos, mobílias, transporte e materiais utilizados, além da introdução de pausas entre as atividades do dia a dia, ginásticas, alongamentos e conscientização de boa postura, etc.


Portanto, se você tem uma empresa ou está começando uma, lembre-se de se preocupar e investir no bem estar e conforto de todos que lá trabalham! Os gastos realmente podem não ser poucos, mas com certeza compensarão pela maior produtividade e satisfação de seus funcionários, além de evitar muitas dores de cabeças (literalmente!).




Compartilhe


A ferramenta que faltava na sua clínica e consultório!

Aumente a produtividade e simplifique suas tarefas diárias com nossos softwares para gestão de consultórios e clinicas médicas. Conheça agora o ProDoctor!

Saiba mais!

Buscar



Categorias